Barrios e Jaílson salvam, e Palmeiras retoma a liderança do Brasileiro

Do UOL, em São Paulo

O velho ditado já dizia: depois da tempestade, a bonança. Até Cuca destacou a 'nuvem negra' que atingiu o Palmeiras nas últimas semanas. Pelo menos neste domingo, nada de tempo instável. Sem muitos sustos, a equipe de Palestra Itália bateu o Vitória pelo placar de 2 a 1, no Allianz Parque, e se recuperou depois de três rodadas no Campeonato Brasileiro.

Mais que a recuperação, o resultado também ratifica a posição da equipe comandada por Cuca na ponta da tabela de classificação. O time alviverde chegou aos 36 pontos e está muito próximo de completar o primeiro turno da Série A (19 rodadas) com a primeira colocação.

Somente o Corinthians alcançará o Palmeiras nesta rodada. Para derrubar o arquirrival verde da ponta, o time de Parque São Jorge precisará golear o Cruzeiro por três gols de diferença nesta segunda-feira, a fim de superar o saldo até então favorável aos palmeirenses (15 a 13).

Enquanto o Palmeiras se sustenta nas colocações mais nobres da tabela, o Vitória segue com uma campanha instável. A equipe baiana somou apenas 22 pontos depois de 19 rodadas e ocupa a 14ª colocação.

Agora, o Brasileiro entra definitivamente na reta final, o returno. O Palmeiras abre participação na segunda metade da temporada contra o Atlético-PR, no próximo domingo, a partir das 18h30 (de Brasília). O Vitória, por outro lado, recebe o Santa Cruz segunda (15), às 21h.

Quem foi bem: Dudu

A responsabilidade dada por Cuca fez bem a Dudu. Capitão da tarde no Allianz Parque, mesmo com nomes experientes como Zé Roberto e Jean em campo, o meia-atacante deu mais uma assistência – a sétima no Campeonato Brasileiro deste ano - e apresentou boa movimentação diante da equipe baiana.

Quem foi mal: Cárdenas

Principal articulador do Vitória, o antigo meia do Atlético-MG deixou o gramado do Allianz Parque depois de uma tarde infeliz. Cardenas mostrou pouca mobilidade na tarde deste domingo e permitiu uma marcação mais eficiente do Palmeiras. Quando a bola chegava limpa, o camisa 10 cometia erros dos quais não está acostumado. Com ele mal, os palmeirenses sobraram

Entrou para não sair mais?

Depois da falha de Vagner diante da Chapecoense, Jaílson ganhou uma chance como titular na partida contra o Vitória e aproveitou. Pelo menos em três oportunidades – em uma delas, a jogada acabou anulada por impedimento -, o veterano goleiro salvou o Palmeiras – no chute de Kieza, logo no início, quando o placar apontava 0 a 0. No gol do Vitória, o jogador de 35 anos levou azar ao afastar a bola na direção de Thiago Martins.

Mal acostumado

Antes de Barrios aproveitar oportunidade aos 35min e abrir o placar no Allianz Parque, o Palmeiras criou a principal chance de gol com um pênalti cometido por Kanu em Cleiton Xavier. Jean, que não desperdiçava uma cobrança da marca da cal desde 2012, bateu muito mal e permitiu a Fernando Miguel – bem adiantado, é verdade – fazer a defesa.

Gol, lesão e discussão

A tarde de Lucas Barrios começou tímida, evoluiu para o protagonismo e terminou com revolta. Banco de reservas, o paraguaio recebeu uma chance após a lesão de Leandro Pereira. Imediatamente o Palmeiras evoluiu com o camisa 8, que mostrou oportunismo para fazer 1 a 0. Em um lance na segunda etapa, no entanto, o atacante sentiu uma fisgada na panturrilha e acabou substituído. A alteração, no entanto, não agradou o atleta, que discutiu com Cuca e os médicos antes de se encaminhar aos vestiários.

Palmeiras: eficiência e tranquilidade

Ao invés de um time tenso, um Palmeiras soltou e tranquilo. Assim, a vitória voltou à pauta naturalmente. Sem forçar, a equipe comandada por Cuca dominou o adversário baiano e construiu a 11ª vitória no Brasileirão. As jogadas pelas pontas, especialmente na esquerda com o Dudu, foram fundamentais para acuar o rival, passivo na maior parte do duelo.

Vitória: dominado no setor de meio-campo

O setor de meio-campo do Vitória, reforçado por Vagner Mancini neste domingo com a entrada de Flávio, foi dominado pelo Palmeiras na partida. Com o combate falho e a atuação apagada de Cárdenas, a dupla Marinho e Kieza enfrentou dificuldades. O primeiro atacante, inclusive, reclamou do fato de se preocupar mais com as subidas de Zé Roberto pela esquerda do que com o ataque.

Cuca: sorte de campeão?

O treinador palmeirense optou novamente por Leandro Pereira como titular. O centroavante que chegou da Bélgica, até então, não mostrou credenciais para ser titular. Contra o Vitória, mais uma vez enfrentava dificuldades com o ritmo de jogo. A lesão sofrida pelo jogador, no entanto, 'salvou' Cuca. Barrios entrou, abriu o placar e deu muito mais trabalho aos baianos.

Vagner Mancini: evolução com alterações

A tática de reforçar o setor de meio-campo tornou o Vitória pobre ofensivamente. O Palmeiras tranquilamente abriu 2 a 0, mas aí o treinador do clube rubro-negro tratou de mudar o panorama da partida. As entradas de Serginho e Vander tornaram o visitante muito mais perigoso, mas a reação veio tarde demais. O Palmeiras se sustentou em relação à ação do técnico adversário e garantiu os três pontos.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 2 X 1 VITÓRIA

Local: Estádio Palestra Itália, em São Paulo (SP)
Data: 07 de agosto de 2016, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Braulio da Silva Machado (SC)
Auxiliares: Nadine Schramm Camara Bastos (Fifa-SC) e Helton Nunes (SC)
Público: 30.330
Renda: R$ 1.975,055,20
Cartões amarelos: Tchê Tchê e Zé Roberto (Palmeiras); Kanu, Euller, Victor Ramos e Marinho (Vitória)

GOLS:
PALMEIRAS: Lucas Barrios, aos 37 minutos do primeiro tempo, e Cleiton Xavier, aos quatro do segundo tempo
VITÓRIA: Thiago Martins, contra, aos 29 minutos do segundo tempo

PALMEIRAS: Jailson; Jean, Thiago Martins, Vitor Hugo e Zé Roberto; Tchê Tchê, Moisés e Cleiton Xavier (Allione); Dudu, Erik e Leandro Pereira (Lucas Barrios) (Rafael Marques)
Técnico: Cuca

VITÓRIA: Fernando Miguel; Diego Renan, Victor Ramos, Kanu, e Euller; José Welison (Serginho), Willian Farias, Flávio (Vander) e Cardenas (David); Kieza e Marinho
Técnico: Vagner Mancini

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos