Atlético-MG só depende das próprias forças para terminar o turno no G-4

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Atlético-MG/Divulgação

    Arrancada avassaladora permitiu ao Atlético-MG subir 13 posições em dez rodadas

    Arrancada avassaladora permitiu ao Atlético-MG subir 13 posições em dez rodadas

Depois de um início irregular, ausência de jogadores por lesões, flerte com o rebaixamento, recuperação e caça aos líderes, o Atlético-MG finalmente só depende das suas próprias forças para terminar o primeiro turno do Brasileirão no G-4. A primeira metade do Brasileirão ainda não será totalmente completada nesta segunda-feira, já que Botafogo e Grêmio fecham a 19ª rodada somente no início de setembro. Mas as partidas finalizadas neste final de semana já deixam o Galo em condições de voltar à zona de classificação para a Libertadores após 16 partidas de perseguição. Para isso, será necessário fazer o dever de casa diante da Chapecoense, no Independência.

Na situação de momento, o Atlético está na sexta colocação com 32 pontos. Se vencer, irá ultrapassar pelo menos Santos e Flamengo, além do Grêmio, que folga nesta rodada. Portanto, um eventual triunfo no Horto deixará o time pelo menos na terceira colocação. Se o rival Cruzeiro colaborar e arrancar pontos do Corinthians, também nesta segunda, o Galo ainda poderá começar a semana na vice-liderança, na cola do primeiro colocado Palmeiras.

A única vez que o Atlético-MG frequentou o G-4 neste Brasileirão aconteceu na segunda rodada. Na ocasião, o time alvinegro somava seu quarto ponto na tabela em seis disputados. Depois disso, uma onda de lesões atacou o time, que chegou a ter mais de onze desfalques para um compromisso. Marcelo Oliveira viu sua equipe cair para a 18ª colocação antes de iniciar a reação, há quase dois meses. Desde então, o clube fez 83,3% de aproveitamento, somando 25 dos últimos 30 pontos disputados, sequência ainda não alcançada por outro concorrente na tabela.

"A equipe tem conseguido buscar as vitórias, depois de um início ruim. Temos conseguido recuperar os pontos, hoje a equipe já embolou no pelotão de cima. A tendência agora é estabilizar, estamos encontrando um padrão de jogo, coisa que a gente vinha tendo dificuldade. É um momento de afirmação na tabela, a equipe está demonstrando sua capacidade de superação e, acima de tudo, a força do elenco para brigar pelo título", comentou o goleiro Victor.

Depois de receber a Chapecoense, o Atlético inicia o returno contra o concorrente direto Santos. Além de representar um duelo pela ponta da tabela, o jogo ainda será marcado pelo reencontro de Robinho com seu ex-clube. Para esta partida, a equipe da Vila Belmiro estará desfalcada de alguns atletas, já que além das ausências por causa das Olimpíadas, o time praiano também não terá Lucas Lima e o goleiro Vanderlei, ambos suspensos.

ATLÉTICO-MG x CHAPECOENSE
Motivo: 19ª rodada, Brasileirão 2016
Data/Hora: 08/08/2016, às 20h
Local: Independência, em Belo Horizonte (MG)

Árbitro: Pericles Bassols Pegado Cortez (PE)
Assistentes: Clovis Amaral da Silva (PE) e Cleberson do Nascimento Leite (PE)

ATLÉTICO-MG: Victor; Carlos César, Leonardo Silva, Erazo e Fábio Santos; Rafael Carioca, Leandro Donizete e Maicosuel; Robinho, Pratto e Fred. Técnico: Marcelo Oliveira.

CHAPECOENSE: Danilo; Gimenez, Willian Thiego, Filipe Machado e Dener; Gil, Josimar, C. Santana e Tiaguinho; Kempes e Hyoran. Técnico: Caio Júnior.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos