Corinthians conta com ajuda do juiz, mas empata com Cruzeiro e fica em 3º

Do UOL, em São Paulo

O Corinthians até contou com um erro de arbitragem claro a seu favor, mas não passou do empate com o Cruzeiro em jogo da 19ª rodada do Brasileirão, na noite desta segunda-feira (8), no Estádio do Pacaembu. Com gol de Giovanni Augusto e empate de Ábila, a equipe paulista ficou no 1 a 1 com os mineiros que lutam para sair da parte de baixo da tabela e desperdiçou a chance de igualar o líder Palmeiras. No meio do segundo tempo, inclusive, a torcida corintiana chamou Cristóvão de burro. 

O jogo ficou marcado por um pênalti claro justamente em cima do autor do gol. Ábila saiu cara a cara com Cássio e foi derrubado pelo goleiro. O atacante cruzeirense saiu até com o joelho sangrando após o lance, mas o juiz deu apenas amarelo para ele por reclamação.

Com o resultado, o Corinthians fica com 34 pontos, em 3º, dois atrás do líder Palmeiras e um atrás do novo vice-líder Atlético-MG. O Cruzeiro chega a 19 e não sai da zona de rebaixamento. Para abrir o returno, os corintianos vão até Porto Alegre para enfrentar o Grêmio, às 16h do próximo domingo. No mesmo dia e hora, o Cruzeiro recebe o Coritiba.

Gol relâmpago e um pênalti claro não marcado

O primeiro tempo poderia ser resumido nos seus 10 primeiros minutos. Logo no primeiro, Giovanni Augusto acertou bom chute da entrada da área e ainda viu a bola desviar em Edimar. O Corinthians abriu o placar antes mesmo que todos os torcedores com ingressos conseguissem entrar no Estádio do Pacaembu. O Cruzeiro tentou responder rápido, mas parou na arbitragem. Aos 7 minutos, Ábila saiu cara a cara com Cássio, iniciou o drible e foi claramente tocado pelo goleiro. O juiz Dewson Fernando Freitas da Silva, no entanto, disse não ter visto nada no lance. Ábila, que estava com o joelho sangrando após a jogada, tomou amarelo por reclamação. O lance foi tão claro que a internet não perdoou e criou diversos memes. Os cruzeirenses foram à loucura. Mesmo assim, foram melhores no resto do jogo, finalizaram mais e estiveram mais perto de empatar do que de sofrer o segundo. 

 

Valeu esperar por ele

Marquinhos Gabriel era dúvida até o último minuto de jogo. Com dores nas costas, o meio-campista poderia ser substituído por Guilherme caso não conseguisse se recuperar a tempo. E valeu a pena esperar. No primeiro tempo, o jogador participou de quase todas as jogadas de perigo do Corinthians. Do outro lado, Mano Menezes optou por escalar Lucas França no lugar de Fábio e precisou substituir De Arrascaeta ainda no primeiro tempo por problemas musculares. Rafinha entrou. 

Só deu Cruzeiro

O Cruzeiro voltou determinado a passar por cima do erro de arbitragem e empatar o jogo. Até na saída de jogo, Rafael Sóbis avisou: "Criamos chances, tivemos oportunidades, mas precisamos jogar contra o árbitro que está de palhaçada". Foram 25 minutos de pura pressão cruzeirense. E o gol veio aos 20, com Ábila batendo a bola com categoria após cruzamento da esquerda para empatar o jogo. Sem chances para Cássio, que nada pôde fazer a não ser buscar a bola no fundo do gol. 

 

 

Quase um frango...

Sem poder contar com Fábio, o torcedor não saberia o que esperar de Lucas França. Aos 25 minutos, Bruno Henrique chutou de bem longe em uma bola aparentemente fácil para a defesa. Eis que a bola passou no "meio das canetas" e foi caminhando lentamente até entrar no gol... Sorte cruzeirense que Lucas França reagiu rápido e evitou o pior. Aos 32 minutos, os paulistas criaram ótima chance de voltar a ficar à frente no placar, mas Guilherme colocou a bola por cima do gol. 

Já virou burro

O Corinthians está lutando para voltar à liderança, terminará o turno no G-4, tem claras chances de título e sofre com problemas de um desmanche. Cristóvão Borges, no entanto, já virou burro para a torcida alvinegra. Ao substituir Romero para a entrada de Marlone, parte do Pacaembu passou a gritar burro para o técnico. Ele admitiu recentemente que sabe que será sempre cobrado enquanto não ficar em posição confortável na tabela. 

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 1 x 1 CRUZEIRO

Data: 08/08/2016, segunda-feira
Hora: às 21h (de Brasília)
Local: Pacaembu, em São Paulo (SP)
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA)
Assistentes: Marcio Gleidson Correia Dias (PA) e Helcio Araujo Neves (PA)
Cartões amarelos: André, Elias, Giovanni Augusto e Yago (COR); Ábila e Lucas (CRU)
Gols: Giovanni Augusto, no 1º min do 1ºT (COR); Ábila, aos 20 min do 2º T


CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Yago, Balbuena e Uendel; Bruno Henrique, Elias, Giovanni Augusto (Guilherme) e Marquinhos Gabriel; Romero e André.
Técnico: Cristóvão Borges.

CRUZEIRO: Lucas França; Lucas, Manoel, Bruno Rodrigo e Edimar; Henrique, Ariel Cabral (Willian), Robinho e Arrascaeta (Rafinha); Rafael Sobis e Ramón Ábila.
Técnico: Mano Menezes.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos