Fim de geladeira: Dudu assume liderança após conversa de "homem para homem"

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo

Um dos jogadores mais valorizados do elenco do Palmeiras, Dudu conviveu com semanas de instabilidade. Enquanto a equipe caía de rendimento, o meia-atacante perdera espaço. A titularidade incontestável ficou no passado, pelo menos até o último domingo. Contra o Vitória, o camisa 7 recebeu a faixa de capitão, comandou o Palmeiras e caiu novamente nas graças de Cuca.

No placar favorável de 2 a 1 contra os baianos, Dudu recebeu das mãos de Cuca a missão de liderar o time. Mesmo com experientes do nível de Zé Roberto e Jean no gramado, o camisa 7 foi quem vestiu a faixa de capitão, uma responsabilidade rara para o atleta de 24 anos.

Robson Ventura/Folhapress
Dudu com a faixa de capitão

Dudu respondeu da melhor forma possível. Desde a primeira etapa mostrou-se como uma das principais opções de ataque, especialmente pelo lado esquerdo do campo ofensivo. No segundo tempo, um cruzamento perfeito para Cleiton Xavier definiu a vitória palmeirense. Foi a sétima assistência do meia-atacante no Campeonato Brasileiro; ele é o líder neste quesito.

Para recuperar a confiança, antes mesmo de a bola rolar, a conversa. Dudu tornou-se um dos principais alvos das cobranças e conselhos de Cuca, especialmente depois de o Palmeiras rejeitar uma proposta do futebol chinês.

O rendimento após o veto à transferência caiu. Nas últimas cinco rodadas, O jogador, tratado como uma referência técnica desde a chegada à Academia de Futebol, apareceu como uma opção de banco de reservas em duas.

A 'geladeira' veio em partidas importantes deste final de turno. Contra o Internacional, o camisa 7 atuou durante 31min na vitória por 1 a 0. Já diante do Botafogo, Dudu entrou em campo apenas no segundo tempo da derrota por 3 a 1 no Rio de Janeiro.

A responsabilidade dada por Cuca no último domingo simboliza o fim do 'castigo' ao jogador. Substituído no empate da última quinta diante da Chapecoense, Dudu se manteve no time, recebeu a faixa de capitão e atuou durante os 90min no domingo.

Para retomar a importância dentro do time, Dudu passou por um processo fora das quatro linhas. Cuca chamou o jogador, uma mistura de cobrança e apoio para quem é tratado como fundamental no elenco.

"Conversei com o Dudu ontem, uma conversa bem franca, de homem para homem, sobre a importância dele, do quanto o time precisa dele. Hoje ele respondeu, jogou muito bem", elogiou o treinador.

"O Dudu foi competitivo, criativo, decisivo. Esse é o Dudu que a gente quer. Ele está de parabéns", destacou o comandante palmeirense, que tem grandes chances de conquistar o título simbólico do primeiro turno.

Com o resultado positivo diante do Vitória, o Palmeiras chegou aos 36 pontos. Apenas o Corinthians (33 pontos), nesta segunda-feira, pode alcançar a equipe alviverde. Para ultrapassar o rival verde, o clube de Parque São Jorge precisa de um triunfo por três gols de diferença contra o Cruzeiro, no Pacaembu, para superar o saldo de gols do clube comandado por Cuca (15 a 13).

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos