Uma semana para entender: Grêmio busca adaptação a novo sistema tático

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • RODRIGO RODRIGUES/GREMIO FBPA

    Maicon, do Grêmio, quer time adaptado a novo esquema proposto por Roger

    Maicon, do Grêmio, quer time adaptado a novo esquema proposto por Roger

Capitão do Grêmio, o volante Maicon definiu como o time está se comportando ao novo sistema testado pelo técnico Roger Machado. É preciso entender a movimentação. E a semana até o jogo contra o Corinthians vai servir para tal compreensão. 

"Temos que ter alternativas para durante a partida surpreender o adversário. Temos que assimilar as mudanças, o que às vezes é complicado. Estamos acostumados ao sistema de jogo, que está mudando agora. Mas vamos nos adaptar e entender o que ele [Roger] quer que façamos para ter mais alternativas durante as partidas", disse o marcador. 
 
A alteração é drástica. São três zagueiros, dois laterais, dois volantes, Negueba e Miller abertos e Douglas centralizado. A sistematização oscila entre um 5-4-1 ou 5-3-2 dependendo das ações em campo. Kannemann entrou na vaga de Pedro Rocha, em relação ao último jogo. 
 
No segundo tempo da atividade, o argentino deu lugar a Ramiro e uma nova troca de formato foi feita. Em vez de três zagueiros, passaram a ser três volantes com losango no meio-campo. 
 
"Com Kannemann ficamos mais protegidos, mas perdemos um pouco o poder ofensivo. Com Ramiro temos mais alternativas para encostar nos homens de frente. Temos que trabalhar mais durante a semana.  É um esquema novo, não estamos acostumados, mas vamos tentar entender para levar para os jogos", falou Maicon. 
 
A partida contra o Corinthians pode simbolizar tal teste exatamente contra um adversário direto pelas primeiras posições. Mas a meta gremista é fugir do convencional para não ter opções conhecidas pelos oponentes. 
 
"Temos que ter alternativas e treinar. Todos já sabem nosso sistema e hoje iniciamos uma semana com sistema novo. Temos que entender o mais rápido possível para conseguir o bom rendimento", falou. "Nossa vantagem será se ganharmos os jogos. Caso contrário, sabemos que vem as pancadas, questionamentos por ter mudado ou não. É o resultado que vai dizer. Vamos trabalhar e entender a movimentação para entrarmos em campo cientes do que fazer", finalizou. 
 
Grêmio e Corinthians jogam no próximo domingo, em Porto Alegre. O Tricolor não atuou na última rodada do primeiro turno e perdeu posto no G-4 por conta disso. O jogo contra o Botafogo foi adiado para setembro. 
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos