Para Cuca, queda no Paulista ajudou Palmeiras a fazer '1º turno muito bom'

Do UOL, em São Paulo

  • Rubens Cavallari/Folhapress

    Cuca ganhou um bom tempo para treinar o time com a queda no Paulista

    Cuca ganhou um bom tempo para treinar o time com a queda no Paulista

Ao ser derrotado pelo Santos nos pênaltis, na Vila Belmiro, o Palmeiras acabou eliminado do Campeonato Paulista de 2016 ainda nas semifinais. Mas de acordo com o técnico Cuca, a frustração pela queda no Estadual foi muito bem compensada com tempo para trabalhar antes do Campeonato Brasileiro e, consequentemente, a realização de um bom primeiro turno.

Eliminado no dia 24 de abril pelo Santos, o Palmeiras teve quase três semanas para trabalhar antes do primeiro jogo do Brasileiro, contra o Atlético-PR, no Allianz Parque. O período serviu para Cuca, contratado pouco mais de um mês antes, ter a oportunidade de enfim treinar a equipe como queria. E deu resultado, pelo menos por enquanto.

"Nosso primeiro turno foi muito bom. Não éramos um time pronto. Ainda não somos. A gente estava buscando uma identidade, uma forma de jogar, vindo de um Paulista com muita dificuldade, em que poderíamos até ficar fora da primeira fase. Foi difícil, mas aquela eliminação me deu duas semanas para trabalhar, e isso foi muito importante", analisou o técnico em entrevista coletiva concedida nesta sexta-feira.

Com a primeira colocação da tabela neste início de returno, Cuca vê vantagens e desvantagens de ocupar a liderança do Campeonato Brasileiro. Ele ainda descarta qualquer tipo de 'estratégia' para manter o time na ponta ao final da competição.

"Não saberia dizer o que é vantagem ou desvantagem. É uma motivação para o adversário. E você entrar em campo líder também é uma motivação. Mas é muito cedo para você administrar alguma coisa. Temos que fazer no mínimo igual o que fizemos no primeiro turno, e é jogo a jogo que vai se fazendo", acrescentou o treinador alviverde.

Sobre o jogo de domingo contra o Atlético-PR, na Arena da Baixada, Cuca evitou adiantar a escalação e disse que irá fazer mais teste no treino deste sábado. Para este confronto, ele não poderá contar com Zé Roberto, suspenso, além de Lucas Barrios, machucado. Leandro Pereira, que se recupera de uma entorse no joelho, é outro que deve ficar fora do jogo.

"Tenho amanhã e ainda vou treinar em cima do jogo. Mas qualquer formação está trabalhada. Lógico que a formação ideal é a que jogue bem, então a gente tem que acreditar que, com uma ou outra, a gente vá fazer um bom jogo", completou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos