Goleiro do Figueirense falha e Ponte Preta vence no retorno de Aranha

Do UOL, em São Paulo

Décimo jogo no Moisés Lucarelli, sétima vitória. No início da noite deste sábado, a Ponte Preta voltou a confirmar seu bom aproveitamento como mandante neste Brasileirão e, com gols dos experientes Wendel e Roger e uma 'ajudinha' da defesa do Figueirense, venceu o rival alvinegro por 2 a 0 – o time catarinense, por sua vez, segue sem vencer como visitante.

O resultado leva a Ponte Preta aos 30 pontos, mantendo-a na oitava colocação da tabela, mas agora a apenas quatro pontos do quarto colocado (por enquanto o Flamengo).  Já o Figueirense estaciona nos 21 pontos e pode terminar esta 20ª rodada na zona de descenso.

Agora, os dois times voltam a campo apenas no próximo domingo, dia 21, pela 21ª rodada da Série A. A Ponte Preta visita o Palmeiras no Allianz Parque, às 16h, enquanto o Figueirense entra em campo um pouco mais tarde, às 18h30, para encarar o Cruzeiro no Orlando Scarpelli.

Ponte Preta força 'lambança dupla' do Figueira

O primeiro gol da partida foi marcado aos 5min do segundo tempo depois de uma falha dupla do Figueirense. Primeiro, Ferrugem caiu sentado no chão após corte de Roger, que rolou para Wendel chegar batendo de primeira; na finalização, o goleiro Thiago Rodrigues pulou mal para a bola e acabou mandando-a para as redes.

Wellington Paulista decisivo no primeiro toque

Wellington Paulista foi a campo aos 37min do segundo tempo, na vaga de Pottker (a substituição foi até contestada por alguns torcedores). E já em seu primeiro lance, ele recebeu longo lançamento da direita e, com um toque de cabeça, deixou Roger livre para marcar o segundo gol da Ponte Preta e definir a partida.

Aranha volta a jogar pela Ponte após sete anos

O jogo marcou a reestreia do goleiro Aranha com a camisa alvinegra. Revelado pelo próprio clube campineiro, ele deixou o Majestoso em 2009 para defender o Atlético-MG. Ainda passou por Santos, Palmeiras e Joinville antes de acertar o retorno à Ponte Preta, na semana passada. Dias depois, o goleiro já foi a campo, e teve boa atuação – apesar de ter sido pouco exigido.

Carlos Alberto perde a cabeça, mas leva só amarelo

 

O sempre polêmico Carlos Alberto por pouco não deixou o campo mais cedo, ainda no primeiro tempo. Ele deu uma forte entrada em João Vitor no meio-campo (carrinho com os dois pés) e poderia até ter levado o vermelho. O juiz mostrou o amarelo para o meia.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos