Como o Santos parou Robinho na Vila? Dorival explica. E elogia goleiro

Do UOL, em São Paulo

"Diminuímos o raio de ação dele". Com essa frase, o técnico Dorival Júnior explicou como o Santos parou Robinho neste domingo, na Vila Belmiro. O time paulista venceu por 3 a 0, com dois gols de Ricardo Oliveira e um de Gustavo Henrique.

"Com relação ao Robinho, ele foi muito bem marcado. As qualidades dele são indiscutíveis, ele não precisa provar nada. Estávamos bem postados hoje e diminuímos o raio de ação dele", comentou o treinador, em entrevista coletiva na Vila.
 
RODRIGO GAZZANEL/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
Ídolo do Santos, onde foi revelado e ganhou dois Brasileiros (2002 e 2004), dois Paulistas (2010 e 2015) e uma Copa do Brasil (2010), Robinho foi vaiado e xingado pela torcida. Teve duas oportunidades claras de marcar. Na primeira, parou no goleiro Vladimir, que fez grande defesa após cabeçada do atacante de 32 anos. Na segunda, balançou as redes, mas o auxiliar assinalou impedimento.
 
A atuação de Vladimir, que substituiu Vanderlei, suspenso, foi mais um motivo para Robinho não comemorar gol contra o Santos na Vila. "O Vladimir teve atuação maravilhosa", destacou Dorival.
 
"Fico muito satisfeito com o nível e com a maneira como conquistamos esta vitória", acrescentou.
 
Com mais um resultado positivo em casa, a equipe alvinegra soma 36 pontos e sobe do quinto para o segundo lugar - ultrapassa o próprio Atlético-MG, além de Corinthians e Flamengo, que perderam na rodada. Só fica atrás do Palmeiras, que ganhou do Atlético-PR em Curitiba e tem 39 pontos.
 
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos