Após "opções erradas", Oliveira celebra fim de jejum no Brasileiro

Artilheiro do Campeonato Brasileiro em 2015, quando anotou 20 gols, Ricardo Oliveira balançou as redes pela primeira vez na atual edição do certame. O camisa 9 marcou dois gols e foi fundamental na vitória do Santos por 3 a 0 sobre o Atlético-MG, na Vila Belmiro, neste domingo. Gustavo Henrique completou o placar.

Os gols de Oliveira saíram no segundo tempo. Antes, no primeiro, o centroavante apareceu duas vezes na área em condições de finalizar. Na primeira, tentou driblar o zagueiro e perdeu a bola. Na segunda, demorou para chutar e foi travado por Leonardo Silva.

"Tive duas oportunidades claras no primeiro tempo, mas talvez tenha feito a opção errada", lamentou o veterano de 36 anos, ao final da partida.

A redenção ocorreu na etapa final. O primeiro gol foi de cabeça, em jogada de escanteio. No segundo, Copete puxou o contra-ataque e tocou para Vitor Bueno. O meia de 21 anos deu a assistência para o centroavante, dentro da área, bater cruzado, no canto do goleiro Victor.

"Acho que o meu papel dentro do time é dar o meu máximo, meu melhor. Hoje meu melhor foi fazer dois gols, ter uma participação tática e, ao mesmo tempo, ser efetivo nas oportunidades que tive", declarou Oliveira ao sair de campo, em entrevista ao Premiere.

"Fico feliz por ter ajudado meus companheiros. Entramos em campo com um objetivo claro, diante de um adversário difícil, e conseguimos a vitória", acrescentou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos