Palmeiras "acha time" sem Prass e Jesus, mas breca empolgação

Do UOL, em São Paulo

O tão temido período olímpico chega perto do fim no Palmeiras. Não só porque o futebol masculino disputará apenas mais dois jogos no Rio de Janeiro, mas também pelo time ter encontrado um jeito de jogar sem poder contar com Fernando Prass e Gabriel Jesus.

Essa foi a conclusão de Cuca após a vitória da equipe em cima do Atlético-PR por 1 a 0 em plena Arena da Baixada. O resultado, inclusive, quebrou a invencibilidade de nove jogos da equipe paranaense atuando em casa.

A vitória passa por Jaílson. O goleiro virou titular nas duas últimas partidas depois de Vagner, o primeiro reserva, falhar. Contra o Vitória, no triunfo por 2 a 1, e no último domingo, em Curitiba, o atleta foi fundamental com defesas excepcionais.

No caso do atacante, "achar um time" significa mais do que ter um substituto para a revelação alviverde. É a forma de jogar que precisou ser alterada, sem uma referência e explorando ainda mais a velocidade. Foi assim na última partida, com Guedes, Dudu e Erik disparando da intermediária em direção ao gol adversário.

"A gente tinha se adaptado muito bem jogando com o Jesus e demoramos uns três jogos para poder achar o jeito de jogar. Agora estamos bem de novo", explicou. "Mas é uma equipe que precisa melhorar ainda mais. Veja, Erik, Dudu, Roger Guedes, Tchê Tchê, Vitor Hugo, o Thiago… Todos têm 22, 23 anos.  E eles estão amadurecendo jogo a jogo", completou.

Também por isso, Cuca prefere conter a empolgação. Depois de ter prometido o título ainda no início do ano, após uma derrota vexatória para o Água Santa, o treinador disse que não repetirá as palavras. Com essa rodada, o Alviverde chegou aos 39 pontos, três a mais que o Santos, o vice-líder. 

"Eu quero explicar. Pode parecer arrogância. Mas quando eu disse isso a gente tinha perdido de 4 a 1 do Água Santa e estávamos no último do último, não íamos classificar nem para o Paulista, estávamos eliminados da Libertadores e os meninos estavam todos para baixo. Hoje, eu não preciso mais falar isso. Eles estão com a moral elevada, têm os pés no chão e pegaram confiança. Estamos lutando pela vaga na Libertadores e, se vier como primeiro, está ótimo".

Apesar de jogar só no próximo domingo, em casa, contra a Ponte Preta, o Palmeiras volta a treinar já nesta segunda-feira, na Academia de Futebol.
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos