No reencontro com o Atlético-PR, Atlético-MG pode repetir apenas um titular

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Bruno Cantini/Clube Atlético Mineiro

    Victor pode ser o único jogador titular do Atlético-MG nos dois jogos com o Atlético-PR, pelo Brasileirão

    Victor pode ser o único jogador titular do Atlético-MG nos dois jogos com o Atlético-PR, pelo Brasileirão

No dia 20 de junho o técnico Marcelo Oliveira foi anunciado como o novo treinador do Atlético-MG, para o lugar do uruguaio Diego Aguirre, que caiu depois da eliminação nas quartas de final da Copa Libertadores. A estreia aconteceu dois dias depois, contra o Atlético-PR. Marcelo Oliveira se encontrou com a delegação alvinegra no aeroporto internacional de Belo Horizonte, a caminho de Curitiba.

Mesmo com apenas uma atividade com os jogadores, o treinador já ficou no banco de reservas na partida pela 2ª rodada do Campeonato Brasileiro, na Arena da Baixada. O empate em 1 a 1, com gols de André Lima, para os paranaenses, e Cazares, para os mineiros, era o começo do trabalho de Marcelo e de uma série de sete partidas sem vitórias. Desde então muita coisa mudou. A começar pelo time titular.

Com a chegada de reforços e recuperação de jogadores que estavam no departamento médico, o Atlético pode ter apenas um titular daquele empate em Curitiba. A única certeza é que Victor vai ser o goleiro alvinegro.

"A primeira questão é que de lá para cá a gente melhorou muito. Fortaleceu como time, temos um padrão, uma forma de jogar. Conhecemos melhor os jogadores, que já sabem o que queremos. O Atlético-PR é sim um concorrente direito, então é fundamental vencer jogando dentro de casa", comentou Marcelo, que de fato mudou o Atlético nos últimos meses.

Da equipe que começou em Curitiba, seis jogadores já estão fora. Seja por lesão (Erazo, Patric e Cazares), suspensão (Rafael Carioca), convocação (Douglas Santos) e até por negociação, caso do volante Eduardo, que não está mais na Cidade do Galo. Marcos Rocha, Edcarlos, Clayton e Carlos podem ser titulares neste domingo. Chances maiores para o lateral direito.

"O Marcos Rocha vamos avaliar pelo treinamento, a parte física. A cobrança de lateral ele já vem executando, o que poderia ser um problema pelo tipo de contusão que teve (luxação no cotovelo direito", explicou Marcelo Oliveira.

Com um time diferente e mais forte, o Atlético entrou na briga pelo título brasileiro. A diferença para o líder Palmeiras é de quatro pontos. Para se manter entre os quatro melhores do Brasileirão, neste domingo a equipe alvinegra deve começar com Victor, Marcos Rocha (Carlos César), Leonardo Silva, Ronaldo e Fábio Santos; Leandro Donizete, Lucas Cândido, Maicosuel e Otero; Robinho e Lucas Pratto.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos