Pratto ganha status de titular da seleção argentina. Bom para o Atlético-MG

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Bruno Cantini/Clube Atlético Mineiro

    Rivais no futebol brasileiro, Bauza e Pratto vão se reencontrar na seleção argentina

    Rivais no futebol brasileiro, Bauza e Pratto vão se reencontrar na seleção argentina

No próximo dia 28 o Atlético-MG enfrenta o Grêmio, em Porto Alegre, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro. Convocado para defender a seleção argentina nas duas próximas rodadas das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, o atacante Lucas Pratto sequer retomar a Belo Horizonte. O camisa 9 do Atlético segue direto da capital gaúcha para Buenos Aires, para realizar um sonho.

Convocado pela primeira vez na carreira, Pratto chega à seleção já com muito prestígio. Presente da lista do técnico Edgardo Bauza, o jogador atleticano vai para os compromissos contra Uruguai e Venezuela com o status de titular. Informação dada pelo próprio Bauza, em entrevista para a Rádio La Red, de Buenos Aires.

"Pratto tem grandes chances de ser meu 9", disse o antigo comandante do São Paulo é fã confesso de Lucas Pratto.

O prestígio dado por Bauza a Pratto pode ser bom para o Atlético. Ser convocado para o ataque da seleção argentina não é uma das tarefas mais simples, tamanho é a concorrência. Além de Messi, Bauza tem à disposição jogadores como Higuaín, Dybala, Agurrero, Lavezzi e Tevez, entre outros. Com pouco tempo de treino com os companheiros de seleção, Pratto sabe que o desempenho pelo clube, nas próximas rodadas, vai ser determinante na decisão de Edigardo Bauza.

E Pratto recebeu uma ajuda inesperada. O camisa 9 vai ser o centroavante nos dois próximos jogos do Atlético, já que Fred está suspenso pelo Brasileirão, portanto não pode enfrentar o Atlético-PR, e também não pode jogar contra a Ponte Preta, pela Copa do Brasil, por já ter disputado o torneio pelo Fluminense. Assim, Pratto vai poder jogar na função pela qual foi chamado por Bauza. É fazer gols para chegar com moral na disputa por uma vaga ao lado de Messi, no ataque da Argentina.

"Claro que o Fred vai fazer falta, pois é uma referência do time. Mas antes de o Fred chegar quem estava jogando ali era o Pratto. Ele sabe jogar muito bem como centroavante também, então acho que não vai mudar muita coisa", comentou Robinho, parceiro de ataque de Pratto desde fevereiro, quando chegou à Cidade do Galo.

Além do retorno técnico, a presença de Pratto na lista de Bauza pode significar um retorno financeiro ao Atlético. O clube mineiro gastou cerca de R$ 13,5 milhões para tirar o atacante do Vélez Sarsfield, da Argentina, e já recusou algumas propostas por ele. Em fevereiro, os valores chegaram perto de R$ 70 milhões, do Hebei Fortune, da China. Já no mês passado a oferta de R$ 27 milhões do Chongqing Lifan, outro clube chinês, também foi recusada.

Assim como uma divulgação maior do nome do ataque no futebol europeu. Em janeiro o Celta de Vigo, da Espanha, estava disposto a pagar cerca de 40 milhões pelo atleticano. Caso a titularidade ao lado de Messi se confirme, quanto vai passar valer Lucas Pratto após a primeira semana de setembro? Resposta que o Atlético espera ter a partir de janeiro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos