Cruzeiro vence Figueirense em jogo muito violento e deixa a degola

Do UOL, em Belo Horizonte

Em uma partida muito violenta, o Cruzeiro não precisou de muito esforço para garantir a vitória sobre o Figueirense em pleno estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis, e deixar a zona de rebaixamento na 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. O triunfo por 2 a 1 foi construído com gols de Henrique e Ramón Ábila. Ferrugem fez para o mandante.

Com o resultado, os mineiros chegam à 16ª colocação, com 23 pontos, e aguardam a partida entre Corinthians e Vitória, nesta segunda-feira (22), para terem a certeza de que não permanecerão pela 13ª rodada do torneio na degola. Já os catarinenses seguem na zona de rebaixamento, com 21 pontos. O time sulista é o 18º.

O melhor: Robinho participa de dois gols do Cruzeiro

O atleta do Cruzeiro foi o nome da partida. Ele participou de dois gols do Cruzeiro no confronto. No lance que abriu o placar, o meio-campista cobrou a falta que desviou em Marquinhos e sobrou para Henrique. O jogador também foi preponderante no gol de Ramón Ábila. Ele armou o contra-ataque na ocasião e quase marcou ao finalizar na trave e em cima de Bruno Alves.

O pior: Marquinhos falha na marcação e na saída pelo Figueirense

O zagueiro falhou no lance que ocasionou o gol de Henrique. Ao tentar cortar cruzamento de Robinho, ele entregou a bola nos pés do volante do Cruzeiro. No segundo gol, deu muito espaço para que Robinho invadisse a área e criasse o lance que culminou no tento assinalado por Ramón Ábila. O atleta ainda cometeu erros ao sair jogando e evitou que o mandante permanecesse com a posse de bola em algumas ocasiões.

Figueirense perde invencibilidade em casa no Brasileirão

O revés para o Cruzeiro foi o primeiro do Figueirense dentro de seus domínios na atual edição do Campeonato Brasileiro. Os catarinenses estão longe do rótulo de melhor mandante da competição, mas jamais havia perdido em seus domínios. Foram quatro vitórias e seis empates até o tropeço diante do time de Belo Horizonte.

Cruzeiro insiste em criar por meio de bola parada

A principal arma do Cruzeiro no confronto foi a bola parada. Os mineiros abriram o placar em um lance deste tipo. Robinho cobrou falta e, após falha de Marquinhos, o volante Henrique balançou a rede de Thiago Rodrigues logo aos três minutos do primeiro tempo. A outra boa chance da equipe marcar saiu em uma jogada deste tipo. O meio-campista se encarregou da bola parada e, na sequência, Arrascaeta acertou o travessão de Thiago Rodrigues. O visitante ainda teve algumas chances em finalizações de longa distância. Mesmo que tivesse um artifício para levar perigo, foi por meio de outro que os mineiros fizeram o segundo gol: o contragolpe. Na velocidade, Robinho finalizou três vezes e, no rebote, Ramón Ábila marcou.

Figueirense abusa do chuveirinho na área do Cruzeiro

O Figueirense não conseguiu trocar passes no meio de campo e tampouco criar jogadas de perigo. A equipe se limitou a alçar bolas na área adversária. Ferrugem tentou em pelo menos três oportunidades. A principal jogada da equipe saiu em um cruzamento de Dodô. O jovem que pertence ao Atlético-MG achou Rafael Moura na área e o centroavante acertou o poste direito de Lucas França. O mandante teve dificuldades para acertar o último passe. Curiosamente, o gol saiu em um contragolpe. Ferrugem aproveitou erro do rival e mandou no canto direito de Lucas França.

Mano contraria discurso e reclama muito com arbitragem

Mano Menezes se irrita bastante com a arbitragem. Quando foi apresentado como sucessor de Paulo Bento, o gaúcho assegurou que, no futebol chinês, aprendeu a necessidade de se comunicar menos com o árbitro, sobretudo pela dificuldade com o idioma. Contudo, em seus primeiros compromissos à frente do Cruzeiro, ele não tem seguido à risca o aprendizado. Pelo contrário. Neste domingo (21), o treinador se irritou com o árbitro João Batista de Arruda (RJ) por conta de um impedimento de Ramón Ábila, aos 13 minutos do primeiro tempo. O juiz teve que ir à beira do gramado para contê-lo.

Argel troca lateral antes do intervalo, mas não dá certo

Argel Fucks não precisou de muito tempo para promover a primeira alteração na equipe. Insatisfeito com a exibição de seus comandados, o treinador tirou o lateral direito Ayrton para colocar o atacante Lins ainda na etapa inicial. A modificação foi com o intuito de deixar o time mais ofensivo. Contudo, não surtiu efeito e o mandante seguiu refém dos lampejos de Carlos Alberto e Rafael Moura.

Jogo violento acarreta em 9 cartões no Orlando Scarpelli

As equipes abusaram das faltas na partida deste domingo. Foram cometidas 42 infrações no confronto. Alguns lances até assustaram pela forma como os jogadores entraram nas divididas. O lance mais viril foi uma entrada de Ferrugem em Henrique. Na ocasião, o meio-campista foi punido pela arbitragem. A violência foi tanta que não é à toa que João Batista de Arruda (RJ) teve que distribuir 8 cartões amarelos e um vermelho. Carlos Alberto foi expulso aos 17 da etapa complementar.

Ficha técnica
Figueirense x Cruzeiro

Motivo: 21ª rodada do Brasileirão
Local: estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC)
Data: 21 de agosto de 2016 (domingo)
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: João Batista de Arruda (RJ)
Assistentes: Michael Correia (RJ) e João Luiz Coelho de Albuquerque (RJ)
Público (presente)/ Renda: 2578 (2900 presente) / R$ 29.655,00

Cartão amarelo: Carlos Alberto, Ferrugem, Marquinhos (Figueirense); Edimar, Henrique, Arrascaeta, Robinho, Lucas (Cruzeiro)
Cartão vermelho: Carlos Alberto (Figueirense)

Gols: Henrique – 3'/1ºT (0-1); Ramón Ábila – 3'/2ºT (0-2); Ferrugem – 43'/2ºT (1-2)

Figueirense
Thiago Rodrigues; Ayrton (Lins), Marquinhos, Bruno Alves e Pará; Ferrugem, Jackson Caucaia e Carlos Alberto; Dodô (Elvis), Yago (Jefferson) e Rafael Moura.
Técnico: Argel Fucks.

Cruzeiro
Lucas França; Lucas, Manoel, Bruno Rodrigo e Edimar; Henrique, Lucas Romero, Robinho (Marcos Vinícius) e De Arrascaeta (Rafinha); Rafael Sobis e Ramón Ábila (Willian).
Técnico: Mano Menezes.
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos