Mano evita falar em nova meta, mas crava: "Vamos sair da degola"

Do UOL, em Belo Horizonte

A série invicta de quatro jogos sem derrotas faz com que a torcida do Cruzeiro cogite deixar a zona de rebaixamento para sonhar com vôos mais altos no Campeonato Brasileiro. Mano Menezes, no entanto, é cauteloso ao avaliar esta situação. Embora assegure que seus comandados deixarão a metade inferior da tabela, o treinador evita vislumbrar uma luta pelas primeiras posições.

Questionado sobre o que os mineiros disputarão na competição, o técnico preferiu se precaver e disse que o sonho por melhores posições depende do tempo que o time gastará para se distanciar da degola:

"Você tem que fazer aquilo que precisa ser feito no momento. O que temos que fazer é sair dessa situação. O que vai determinar se podemos ambicionar mais ou não é a velocidade que vamos sair. Mas que vamos sair, nós vamos sair", afirmou.

Na realidade, para que o Cruzeiro deixe definitivamente a zona da degola, é necessário que o Vitória seja derrotado pelo Corinthians, nesta segunda-feira (22), ainda pela 21ª rodada do Brasileirão. Os mineiros passam a secar o time baiano e tratam a saída da degola como uma "respiradinha".

"A gente veio fora da zona de rebaixamento para dar uma respiradinha, ver como está o ar, acho que os jogadores vão gostar e pretendemos ficar até o final do campeonato. O que produzimos foi uma pequena melhora a partir de um fundamento. Não podemos nos acomodar, porque senão logo você para de crescer", concluiu.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos