Douglas Santos volta ao Atlético e já tem novo sonho: "ganhar o Brasileiro"

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Bruno Cantini/Clube Atlético Mineiro

    Atlético-MG divulgou imagem dos campeões olímpicos Uilson e Douglas Santos

    Atlético-MG divulgou imagem dos campeões olímpicos Uilson e Douglas Santos

Desde a noite de sábado, o lateral esquerdo Douglas Santos tem uma nova companheira inseparável. É a medalha de ouro olímpica, que o jogador do Atlético-MG ajudou a seleção brasileira na inédita conquista da Olimpíada. Após os dois dias de folga dado pelo clube mineiro, o campeão olímpico se apresentou nesta terça-feira, na Cidade do Galo.

Após os abraços e cumprimentos dos companheiros de time e funcionários do clube, Douglas Santos seguiu direto para a sala de imprensa, para a primeira coletiva após a vitória sobre a Alemanha, nos pênaltis. Com ele estava a medalha de ouro, a concretização de um sonho. Mas passada a euforia da conquista olímpica, Douglas Santos já tem uma nova ambição.

"Agora é mudar a chave. O dever que tinha de cumprir na seleção eu já cumpri, conquistei a medalha de ouro, que era um sonho. Agora tenho outro grande sonho, que é conquistar o Campeonato Brasileiro", disse o lateral esquerdo, quem 2014 foi campeão da Copa do Brasil com o Atlético.

E é o desafio da vez. Antes de pensar no Brasileirão, Douglas Santos pode retornar ao time alvinegro diante da Ponte Preta, no jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, nesta quarta-feira, no Mineirão. O lateral se coloca à disposição de Marcelo Oliveira. " Eu estou bem, o jogo (final olímpica) foi no sábado. Estou descansado, apenas com noites mal dormidas. Esse ouro a gente tinha que curtir muito e eu curti. Agora é a Ponte Preta e estou pronto, se o Marcelo precisar", garantiu.

Porém, o retorno não está garantido. Enquanto Douglas Santos fazia bem o seu papel na seleção brasileira, a lateral esquerda do Atlético ficou por conta de Fábio Santos, que foi muito bem. Motivo pelo qual o técnico Marcelo Oliveira chegou a falar sobre um rodízio na posição. E nesta quarta, quem vai jogar? Para Douglas, independentemente da escolha do treinador, o Atlético vai estar bem servido.

"Vejo muito boa essa concorrência. O Fábio é um cara que sempre vi jogar, sigo como exemplo. Um cara que trabalha muito e joga muito também. Acredito que a lateral está muito bem representada. Cabe ao professor optar por quem jogador. E qual for a escolha, o Atlético vai estar bem representado".

Além da conquista olímpica e da disputa pela titularidade com Fábio Santos, outro ponto abordado na coletiva de Douglas Santos foi sobre uma possível transferências. Nas últimas semanas o lateral teve o nome ligado a diversos clubes europeus, inclusive ao Barcelona, que tinha representantes no Maracanã, acompanhado a final entre Brasil e Alemanha.

Valorizado pelas boas partidas na seleção brasileira e pela conquista olímpica, Douglas Santos não entra em detalhes sobre uma possível transferência. De acordo com o jogador, o interesse é seguir feliz no Atlético.

"Não só eu que valorizei, mas todo mundo, o grupo todo se valorizou. Todos se empenharam ao máximo, como todos viram dentro de campo. Tenho que continuar meu trabalho aqui no Galo. Estou feliz aqui e meu foco é no Galo. O futuro, como sempre digo, eu deixo nas mãos de Deus", completou o lateral de 22 anos, que está na Cidade do Galo desde agosto de 2014.

Além de Douglas Santos, outro atleticano campeão olímpico é o goleiro Uilson. Também de 22 anos, o jogador revelado pelas categorias de base do clube mineiro foi convocado para ser o reserva durante a disputa da Olimpíada e não disputou nenhuma partida.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos