Diante de transição política, Cuca se esquiva e evita falar sobre renovação

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo

  • Rubens Cavallari/Folhapress

    Cuca ainda não sabe se seguirá como técnico do Palmeiras para 2017

    Cuca ainda não sabe se seguirá como técnico do Palmeiras para 2017

A quatro meses do fim do contrato, Cuca não quer pensar em renovação. Contratado pelo presidente Paulo Nobre, que deixa o cargo no final do ano, o treinador sabe que a sequência do trabalho dependerá do novo mandatário do Palmeiras.

Perguntado sobre uma possível renovação de contrato, ainda mais depois de Paulo Nobre deixar na mão do próximo presidente a continuidade do compromisso, Cuca se mostrou compreensivo com a decisão do dirigente.

"Tenho contrato até dezembro, vou dar meu melhor até lá. Entendo (o Paulo Nobre deixar a sua permanência para o próximo presidente). Meu foco é neste Campeonato Brasileiro e na Copa do Brasil", garantiu Cuca.

A continuidade do treinador, conforme Nobre anunciou na última quinta, dependerá diretamente do próximo presidente. Nenhuma chapa - tanto situação quanto oposição - se pronunciou sobre os nomes indicados.

A tendência é de que Paulo Nobre lance a candidatura de Maurício Galiotte, atual vice, como candidato ao pleito de novembro. Um possível adversário na eleição para o grupo do atual presidente é Carlos Degon, vice na chapa de Wlademir Pescarmona em 2014.

Independente de seguir ou não na Academia de Futebol, Cuca quer deixar um legado. No dia de aniversário de 102 anos do clube, o treinador expressou o carinho pela instituição.

"Desejo felicidades para o Palmeiras. É uma honra ter jogado, hoje comandar. Que Deus abençoe e, se for da vontade Dele, que possamos ter essa conquista, poucos tiveram esse prazer de ser campeão brasileiro aqui", encerrou. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos