Capitão ou dispensável? Maicon vive condição inédita no Grêmio

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • RODRIGO RODRIGUES/GREMIO FBPA

    Maicon participa de treinamento e pode voltar ao time do Grêmio

    Maicon participa de treinamento e pode voltar ao time do Grêmio

Maicon ficou fora da última partida do Grêmio. Pela Copa do Brasil, o time tricolor teve ótimo desempenho defensivo, não passou por qualquer susto e venceu fora de casa. A atuação consistente com trio de marcadores formado por Ramiro, Walace e Jaílson abriu a discussão sobre a utilidade do ex-jogador do São Paulo na equipe. 

Maicon é capitão do time. Desde o ano passado, quando chegou por empréstimo, é considerado valioso no elenco. Líder, empenhado, tático, tem total confiança de Roger Machado. Jamais conheceu qualquer contestação interna. 
 
Mas externamente o jogador - comprado por R$ 7 milhões no começo do ano - não goza da mesma valorização. Já foi alvo de críticas dos torcedores e ainda há quem peça sua saída do time durante as partidas na Arena. Ainda mais pelo crescimento de Jaílson, que é da mesma posição. 
 
No Brasileiro, Maicon disputou 14 partidas. Com ele em campo foram sete vitórias, quatro empates e três derrotas, que geram aproveitamento de 59,5%, superior aos 58% do Grêmio na competição. Ou seja, sem ele o Grêmio venceu três partidas, empatou uma e perdeu duas, aproveitamento 55%. 
 
"Ele voltou a treinar hoje. Me dá uma qualidade de passe muito grande. Se adapta bem nessa função de primeiro jogador do modelo que jogamos na quarta ou na linha de volantes, como usamos antes. Neste momento eu quero é pegar o melhor momento de cada um. Quero que correspondam bem dentro de campo, seja na parte técnica, tática, que me deem alguma coisa. Se não puder definir a partida, que seja importante em seu lugar. Que me dê algo na partida", disse o técnico Roger Machado. 
 
Para o retorno do capitão, Ramiro é o mais cotado a deixar a equipe. De qualquer forma, Roger evitou confirmar qualquer situação depois do treinamento de sexta-feira. 
 
"Eu já tenho na minha cabeça a estrutura que possa utilizar diante do Atlético-MG. Terei os jogadores no campo no sábado, e vamos fazer algo importante para o compromisso", explicou. "A estrutura que eu vou usar, vai depender de como nosso adversário se comportará. Para marcarmos bem e jogar bem também", completou. 
 
Grêmio e Atlético-MG jogam no domingo na Arena. O duelo das 16h (horário de Brasília), vale o retorno ao G-4 para o time gaúcho. 
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos