São-paulinos tentam pôr agressão para trás e lamentam chances perdidas

Do UOL, em São Paulo

O São Paulo não se encontrou em campo após sofrer uma invasão no centro de treinamento e ficou no empate sem gols com o Coritiba. Apesar disso, os jogadores não quiseram responsabilizar o ocorrido pelo resultado negativo no Morumbi.

"São Paulo entrou bem em campo (mesmo depois da invasão). Até criou, até correu pra caramba. Mas a bola infelizmente não entrou. Por isso saímos com resultado negativo hoje", disse Maicon ao SporTV na saída de campo.

Para o elenco, a equipe comandada por Ricardo Gomes foi bem, mas pecou nas finalizações.

"Acho que o que aconteceu ontem já passou. Viemos com cabeça focada para fazermos o melhor. Criamos bastante chance, mas infelizmente a bola não entrou", declarou Luiz Araújo.

Entre os três jogadores agredidos por torcedores na invasão (Michel Bastos, Wesley e Carlinhos), apenas um parou para falar com a imprensa após o fim do jogo: Carlinhos. Apesar disso, o jogador não quis comentar sobre o incidente.

Com o resultado, o time paulista chegou aos 28 pontos e ficou no 11º posto da tabela de classificação da competição nacional. Na próxima rodada, o São Paulo encara o Palmeiras na quarta-feira (7), fora de casa, às 21h45 (de Brasília).

"Esperamos que o São Paulo seja mais organizado contra o Palmeiras. Temos que ter uma evolução grande nesses dez dias, porque sabemos que é difícil enfrentar o Palmeiras lá", falou Hudson.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos