Inter leva empate no fim, chega a 14 jogos sem vitória e entra no descenso

Do UOL, em Porto Alegre

A série sem vitórias não tem fim para o Internacional. Neste domingo (28), o time gaúcho vencia o Sport na Arena Pernambuco até os 45 minutos do segundo tempo. Vinicius Araújo, livre, empatou por 1 a 1 nos acréscimos e ampliou o jejum do Colorado para 14 jogos. A sequência põe a equipe na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

Com 24 pontos, o Inter foi ultrapassado por Cruzeiro, Figueirense e Vitória na 22ª rodada do Brasileirão. Com a vitória parcial, o time gaúcho escapava da degola e pulava para o 13º lugar. O empate no fim deixa o Colorado em 17º, a dois pontos da primeira equipe fora da zona de rebaixamento.

A partida em São Lourenço da Mata foi ruim. Fraca tecnicamente. Recheada de erros individuais e coletivos e com muitos espaços.

Na próxima rodada, o Sport visita o Corinthians e o Internacional recebe o Santos. Os dois jogos na quinta-feira (08), às 19h30 e 21h (Brasília) respectivamente.

Quem foi bem: Seijas chama responsabilidade

Meia sofreu pênalti no começo do jogo e pediu para cobrar. O gesto tem valor simbólico pelo episódio da rodada passada, quando Valdívia cobrou penalidade nos acréscimos contra o São Paulo e errou. Além do gol, venezuelano foi arma para criar outras duas boas chances.

Quem foi mal: Eduardo Sasha passa em branco

Artilheiro do Inter na temporada, Sasha fez outra partida irregular. Substituído no segundo tempo, ele completou nove partidas sem balançar as redes.

Polêmica de um lado...

 

Aos 10 minutos, William mandou para área uma bola alta e forte. Seijas dominou, ajeitou e sofreu a carga de Paulo Roberto. Imediatamente o pênalti foi marcado. O Sport protestou, e muito, e o lance gerou polêmica pela intensidade. Na cobrança, o próprio Luis Manuel Seijas cobrou com categoria e fez.

...e de outro

 

Trinta e um minutos depois, foi a vez da polêmica ser na área do Inter. Gabriel Xavier e Ceará disputaram a bola e o camisa 10 do Sport caiu após carga do lateral direito. Novamente houve reclamação, mas aí pela arbitragem não ter marcado falta e consequentemente o pênalti.

Gols perdidos por atacantes

 

O resumo do jogo pode ser feito com dois lances. Ariel e Vinicius Araújo perderam dois gols cara a cara com os goleiros. A jogada do argentino foi ainda mais clara, mas o centroavante do Sport também jogou para fora grande oportunidade. Um compacto do duelo cheio de falhas.

Inter começa forte e depois se fecha

Compacto e com uma jogada clara. Foi assim que o Inter começou o jogo contra o Sport e tentou encaminhar o resultado do confronto. Seijas fez de pênalti e logo depois saiu cara a cara com Magrão outras duas vezes. A falta de pontaria impediu o time gaúcho de ampliar. A aproximação foi indo embora ainda no primeiro tempo e depois do intervalo o Colorado se dedicou muito mais a defender do que qualquer outra coisa. E no fim, reviu o filme do confronto com a Chapecoense: gol no final.

Celso Roth explora William no meio-campo

Celso Roth usou William no meio-campo com uma função clara: dar profundidade e investir em bolas longas. Foi com ele que o Inter conseguiu criar o lance do pênalti e mais três ataques rápidos, com inversão. Na etapa final, Sasha foi sacado para entrada de Ariel Nahuelpan.

Oswaldo também usa lateral em outra função

Sem Diego Souza, Edmilson foi fixado no ataque e o trio Éverton Felipe, Gabriel Xavier e Mark González posicionado para abastecê-lo. Muito distante, o Sport sofreu para conseguir criar. Tanto que no segundo tempo a alternativa foi tirar Éverton Felipe e botar Apodi. O lateral direito entrou no meio-campo, para explorar a velocidade e dar mais profundidade.

FICHA TÉCNICA
SPORT 1 X 1 INTERNACIONAL

Data e hora: 28/08/2016 (domingo), às 18h30 (Brasília)
Local: Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata (PE)
Público: 7.491 pessoas
Renda: R$ 130.865,00
Árbitro: Grazianni Maciel Rocha (RJ)
Auxiliares: Eduardo de Souza Couto e carlos Henrique Alves de Lima Filho (ambos do RJ)
Cartões amarelos: Paulo Roberto, Mateus Ferraz, Vinicius Araújo (SPO); Fabinho, William, Rodrigo Dourado, Fernando Bob (INT)
Gols: Seijas, aos 10 minutos do primeiro tempo (INT), e Vinícius Araújo, aos 44 minutos do segundo tempo (SPO)

SPORT: Magrão; Samuel Xavier, Mateus Ferraz, Ronaldo Alves e Renê (Vinicius Araújo); Rithely, Paulo Roberto, Éverton Felipe (Apodi), Gabriel Xavier e Mark González; Edmílson (Ruiz)
Técnico: Oswaldo de Oliveira

INTERNACIONAL: Danilo Fernandes; Ceará, Paulão, Ernando e Artur; William (Fernando Bob), Fabinho (Eduardo Henrique), Rodrigo Dourado e Seijas; Valdívia e Eduardo Sasha (Ariel)
Técnico: Celso Roth

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos