Cuca faz contas para título e rechaça tirar pé na Copa do Brasil

Do UOL, em São Paulo

Líder do Campeonato Brasileiro com três pontos de vantagem para o segundo colocado Flamengo, o Palmeiras evita o clima de euforia dentro do clube. O técnico Cuca, por exemplo, afirmou que não importa a diferença na tabela neste momento, já que "todos os times estão embolados". Para o treinador, o importante é traçar uma meta de olho no fim da competição. 

De acordo com o técnico, a equipe campeã deverá somar de 72 a 74 pontos em 2016: "Cada um tem uma luta no campeonato. Conquistamos três pontos [contra o Fluminense], mas tem muito chão. A diferença é pequena. Não quero pensar na vantagem que temos em relação aos rivais agora. Eu miro lá na frente. Penso em 72, 73, 74 pontos para ser campeão", declarou Cuca depois da vitória por 2 a 0 sobre o Fluminense, no Mané Garrincha, em jogo válido pela 22ª do Nacional. 

Atualmente, a equipe possui 43 pontos e há mais 48 em disputa. Pelas contas do técnico, o clube paulista precisaria conquistar, pelo menos, mais 29 pontos para se sagrar campeão. 

Além do título do Brasileiro, o treinador também já planeja a equipe para a disputa da Copa do Brasil. Na próxima quarta-feira (31), o atual campeão do torneio vai enfrentar o Botafogo-PB, no Allianz Parque, pela ida das oitavas de final. Cuca não quis adiantar o time que mandará a campo, porém deu a entender que não deseja poupar ninguém.

"Eu tenho um Palmeiras com vários jogadores que podemos usar. O Botafogo-PB merece todo o nosso respeito. Vi outros jogos deles e foram muito bem. A Copa do Brasil é outra competição que desejamos. Vamos analisar quem está com desgaste. Se não houver nenhum problema, todos irão para a partida". 

Apesar de manter a cautela nas declarações, Cuca elogiou muito o Palmeiras após o êxito contra o Fluminense pelo Brasileiro. "É muito difícil jogar contra eles. É uma equipe bem treinada. Era a melhor defesa do campeonato. Fizemos um grande jogo. Perdemos oportunidades, mas está excelente. Acredito que somos o melhor visitante do campeonato", avaliou.

"Foi um jogo tenso. Se o Fluminense ganha, fica perto do G4. Mas não houve um lance desleal. Vejo as pessoas comentando que o Palmeiras deixou de evoluir. Como vamos evoluir sem estar com o time completo? Hoje tivemos o retorno do Gabriel Jesus e a equipe controlou bem a partida, mesmo jogando fora de casa. A gente se sente bem aqui em Brasília", continuou. 

Para Cuca, a vitória mostrou a força do melhor ataque do Nacional. "Há uma recomposição rápida, o que ajuda a defesa. Apesar de termos tomados gols excessivos em algumas partidas, o nosso setor defensivo também está bem", finalizou. 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos