SP tem 10 dias para se recuperar de invasão e lidar com fantasma da degola

Do UOL, em São Paulo

  • Marcello Zambrana/AGIF

Um clássico nunca é um jogo simples. E para o São Paulo, o confronto contra o líder Palmeiras no dia 7 de setembro, no Allianz Parque, vai ser ainda mais complicado. O time, que sofreu com uma invasão no CT no último sábado (27), está a quatro pontos da zona de rebaixamento para a Série B do Campeonato Brasileiro.

Uma derrota para o líder do campeonato nacional no Choque-Rei poderá agravar a situação da equipe comandada pelo técnico Ricardo Gomes. Dependendo da combinação dos resultados das outras partidas, o São Paulo poderá terminar a 23ª rodada na zona de rebaixamento.

A situação assusta o elenco tricolor, que confia nos dez dias que tem até o clássico para organizar uma estratégia pela vitória.

"Precisamos vencer, é a única maneira de sair dessa situação. Se entrarmos na zona de rebaixamento será muito difícil de sair", disse o goleiro Denis, após o empate sem gols com o Coritiba na tarde de domingo (28).

"Esperamos que o São Paulo seja mais organizado contra o Palmeiras. Temos que ter uma evolução grande nesses dez dias, porque sabemos que é difícil enfrentar o Palmeiras lá", comentou Hudson.

O arqueiro são-paulino relembrou a campanha de 2013, na qual o time entrou na zona de rebaixamento, mas conseguiu se recuperar e terminou o Brasileirão na nona colocação. "Não podemos comparar. Não quero passar por aquela situação de novo", declarou.

Por outro lado, o presidente do São Paulo, Leco, não teme o rebaixamento. Após a invasão de torcedores ao CT da agremiação paulista em um dia antes do confronto contra o Coritiba, o mandatário minimizou o risco da queda para a Série B.

"O São Paulo vive um momento adverso, mas não está abalado. O time ainda está muito grande. O fato de ter havido a invasão é um aspecto negativo. Já passamos por essa situação e eram situações mais difíceis. Vamos superar", afirmou.

Atualmente, o São Paulo é o 11º colocado na tabela de classificação do Brasileiro. Com 28 pontos, o time soma oito derrotas, sete empates e sete vitórias em 22 jogos disputados. O Tricolor pode ser ultrapassado pelo Botafogo (13º) ainda nesta rodada, já que a equipe carioca entra em campo nesta segunda (29) contra o Atlético-PR e está com 26 pontos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos