Antigo alvo de Bauza no São Paulo vira arma do Palmeiras para clássico

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo

  • Daniel Vorley/AGIF

    Rafael Marques: talismã de clássicos e antigo alvo do São Paulo

    Rafael Marques: talismã de clássicos e antigo alvo do São Paulo

Embalado pelo gol anotado na vitória por 3 a 0 sobre o Botafogo-PB, em duelo pelas oitavas de final da Copa do Brasil, Rafael Marques espera engatar uma sequência de jogos com a camisa do Palmeiras. Diante do iminente desfalque de Gabriel Jesus para o clássico contra o São Paulo, as chances de o camisa 19 começar a partida crescem.

Para se provar novamente útil a Cuca e comissão técnica, o jogador encontrará justamente um clube responsável por demonstrar interesse recentemente. Quando técnico do São Paulo, Edgardo Bauza pediu a contratação de Rafael Marques, que, ate então, encontrava pouco espaço no elenco do atual líder do Campeonato Brasileiro.

O próprio jogador admitiu o contato direto do rival tricolor, o próximo adversário do Palmeiras pela Série A do Brasileiro. 

"Sendo bem sincero, não foi só o São Paulo que me procurou. Estava ciente de alguns interesses, não que eu teria negociado com A, B ou C. Quem faz este trabalho para mim é meu empresário, eu fico focado no meu trabalho", afirmou Rafael Marques, que não escondeu a vaidade por ser alvo do interesse de um rival palmeirense.

"De um lado motivava, porque se há interesse é porque tenho qualidade. Não estou no Palmeiras à toa, mas sempre respeitei o momento dos meus companheiros, como hoje eles respeitam o meu. O Cuca, a direção contavam comigo. Sabia que a qualquer momento poderia ter minha oportunidade, ter uma sequência de jogos, que é o que eu mais quero", discursou.

Rafael Marques deve ganhar uma nova oportunidade no clássico do próximo dia 7. Titular da posição, Gabriel Jesus atuará pela seleção brasileira um dia antes, em Manaus, contra a Colômbia, e dificilmente contará com as condições ideias para enfrentar o São Paulo.

Se depender do retrospecto, o São Paulo, antigo interessado no futebol de Rafael Marques, enfrentará problemas. Em 14 jogos contra os rivais palmeirenses no estado (Corinthians e Santos entram neste grupo), o camisa 19 anotou sete gols.
 
Mesmo ciente dos números positivos contra os grandes rivais, o camisa 19 adotou um discurso moderado. "Hoje o meu foco é estar jogando e atuando bem. Este negócio de clássico deixo para vocês da imprensa", antes de admitir uma motivação extra para este tipo de confronto.
 
"Óbvio que em jogos assim eu gosto, é uma atmosfera diferente. A motivação já vem naturalmente, e eu tenho a sorte de em clássico estar sempre marcando gols, atuando bem. Espero que, caso eu jogue,não seja diferente", encerrou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos