Atlético-MG quer aumentar número de jogadores da base no elenco principal

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Bruno Cantini/Clube Atlético Mineiro

    Lucas Cândido já tem espaço garantido no elenco principal do Atlético-MG

    Lucas Cândido já tem espaço garantido no elenco principal do Atlético-MG

Até o momento, o Atlético-MG fez 12 contratações para a temporada 2016. Número muito superior ao dos anos anteriores. Algo que não deve se repetir tão cedo. Com o elenco bem recheado e a perspectivas de poucas saídas na próxima janela de transferência, a diretoria alvinegra vai priorizar os jogadores formados pelo clube.

Um exemplo claro da linha adotada pela direção a partir de agora é substituto de Douglas Santos. A reposição do lateral vendido para o Hamburgo, da Alemanha, vai ser feita por Leonan, jogador formado no próprio Atlético.

"O mercado nessa posição é um pouco carente. Precisamos confiar num atleta que foi formado no clube e que passou todas as etapas. Contamos com o Fábio (Santos) e o Leonan é o reserva imediato. Eventualmente, pode ter alguma improvisação. Mas o natural colocar o Leonan, apostar e confiar na formação do clube".

O atual elenco do Atlético conta com nove jogadores formados pelo clube, incluindo Marcos Rocha, que é profissional há quase uma década. Os goleiros Uilson e Cleiton, os zagueiros Gabriel e Jesiel, o lateral esquerdo Leonan, os volantes Lucas Cândido e Yago e o atacante Carlos completam a lista dos jovens que foram formados pelo Atlético.

Dar mais espaços aos jovens jogadores também pode significar a chance de faturar mais em negociações. Tanto que três das cinco vendas feitas pelo Atlético nesta temporada foram de 'pratas da casa'. Jemerson, Giovanni Augusto e Eduardo passaram pela base alvinegra e renderam dinheiro para o clube em 2016.

"Já está sendo um trabalho mais integrado. A gente traz quase que diretamente atletas para treinar aqui. Já convoquei jovens da base, que ficaram no banco. É assim que trabalho, foi assim no Palmeiras e também no Cruzeiro. A base é fundamental, pelo custo que é o futebol de hoje. Como técnico que passou pela base, sempre pensamos assim, em jogadores formados e gerando frutos para o próprio clube", disse Marcelo, que dá esperanças aos jovens que estão na categoria de base do Atlético.

"Está tudo caminhado bem. Tem outros jovens treinando aqui conosco que podem, de repente, surgir como solução para o time".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos