Aversão a games e apego à família: outro lado do cruzeirense Robinho

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Reprodução Instagram

    Robinho e o filho Caudã

    Robinho e o filho Caudã

Com gols e assistências, Robinho se tornou um dos principais nomes do Cruzeiro na temporada. Mas o que o maestro da equipe comandada por Mano Menezes costuma fazer fora dos gramados?

Apaixonado pela esposa Priscila e o filho Cauã, o meio-campista diz ser mais caseiro, admite gostar de animações infantis e não esconde a aversão aos videogames, aparelho comumente utilizado por boleiros durante as concentrações. O problema é que seu herdeiro é fanático pelos jogos eletrônicos.

"Jogo videogame só com ele (o filho), não sei jogar. Ele, com cinco anos, joga futebol melhor que eu", conta o atleta, aos risos, em entrevista ao UOL Esporte.

Mas as brincadeiras com o garoto de cinco anos não se restringem aos games. O jogador garante que a jornada futebolística é dupla quando está em Belo Horizonte. Basta chegar dos treinos comandados por Mano Menezes na Toca da Raposa II para o jovem convidá-lo para a quadra do prédio, onde costumam jogar futebol.

"Eu jogo futebol com ele dentro de casa também, na quadra do prédio. Eu treino no CT e, depois, chego em casa e tenho outro treino com ele. Ele está começando a entender um pouquinho mais de futebol, está nessa empolgação por ter o pai jogador. Então, acabo brincando de futebol com ele em casa também", relatou Robinho, que revela o desejo do filho em seguir os passos do pai:

"Sem dúvida nenhuma. Ele já fala em ser jogador de futebol. E os times que ele quer jogar são os mesmos que joguei, na mesma sequência ainda (risos)".

A rotina de Robinho ainda tem mais ingredientes. Apaixonado pela família, ele prefere permanecer em sua residência ao invés de curtir as inúmeras opções de lazer oferecidas por Belo Horizonte. Restaurantes e cinemas são os únicos locais frequentados pelo atleta e seus parentes.

"Eu sou mais caseiro, a gente gosta de ir a restaurantes, jantar e almoçar, mas eu fico mais em casa mesmo. A gente costuma ir ao cinema, ver filmes, desenhos infantis. Minha mulher estuda bastante, eu procuro deixá-la mais tranquila para estudar. Ela fará faculdade aqui também. Eu sou mais maridão de ficar em casa mesmo", concluiu.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos