Não foi só o golaço: Camilo comandou evolução do Botafogo no Brasileiro

Do UOL, em São Paulo

A história do Botafogo no Campeonato Brasileiro pode ser dividida em duas partes: antes e depois da estreia de Camilo. Basta olhar estatísticas simples para ver como ele mudou o time. O golaço de bicicleta, na vitória contra o Grêmio, neste domingo, foi só um símbolo das suas boas atuações.

Camilo tinha se destacado na Chapecoense em 2015 e foi para o Al-Shabab, da Arábia Saudita, no 1º semestre de 2016. A estreia do meia pelo Botafogo foi contra o Internacional, no Beira-Rio. Jogou bem e fez um dos gols na vitória por 3 a 2. Depois disso, fez outros quatro gols e deu mais quatro assistências em 14 jogos ao todo.

No Campeonato Brasileiro o Botafogo disputou 10 jogos sem Camilo e depois 11 com ele. Foram oito gols marcados sem o atacante na equipe e outros 18 com ele em campo.

Nas dez partidas sem Camilo, o Botafogo conquistou apenas nove pontos - duas vitórias, três empates e cinco derrotas. Nos onze jogos com ele, o time atingiu 20 pontos – seis vitórias, dois empates e quatro derrotas.

A boa reação no Brasileirão fez com que o Botafogo subisse da 17ª colocação, na zona de rebaixamento, para o 11º lugar.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos