Figueirense bate Atlético-PR com gol no início e deixa zona de rebaixamento

Do UOL, em São Paulo

O Figueirense saiu da zona de rebaixamento nesta quarta-feira, ainda que provisoriamente. No Orlando Scarpelli, a equipe catarinense realizou um bom jogo e derrotou o Atlético-PR por 1 a 0 em confronto da 23ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, os anfitriões foram aos 27 pontos e saltaram da 18ª para a 14ª posição da competição, deixando para trás Cruzeiro, Vitória, Coritiba e Internacional - todos com um jogo a menos. Com 33 pontos, o Atlético-PR continua na nona colocação, mas vê o Botafogo se aproximar cada vez mais.

Na 24ª rodada, o Figueirense encara o São Paulo às 11h (de Brasília) do próximo domingo (11), no Morumbi. Já o Atlético-PR recebe o Inter na Arena da Baixada no mesmo dia, mas às 16h.

Dodô cadencia jogo e ajuda Figueirense a garantir resultado

O meia Dodô foi o melhor em campo pelo Figueirense, que soube administrar a vantagem construída no início da partida muito por conta do jogador, que soube cadenciar as jogadas no ataque e distribuiu bem o jogo entre seus companheiros de frente. Com calma, o meio-campista articulou o setor ofensivo e permitiu que os catarinenses mantivessem a posse de bola  enquanto aguardavam o final do jogo.

Santos leva gol defensável e mostra insegurança

O goleiro Santos, do Atlético-PR, teve uma tarde para se esquecer no Orlando Scarpelli. Ele começou mal a partida, errando na saída de bola aos 4min em lance que resultaria no gol de Lins. Na jogada, Santos caiu darde para fazer a defesa, deixando o Figueirense abrir o placar em chute defensável. Não parou por aí: o goleiro dos paranaenses mostrou insegurança durante toda a partida, fazendo defesas simples em dois tempos e dando sinais de nervosismo em campo.

Figueirense tem ousadia recompensada com vitória

Embora pior colocado na tabela, o Figueirense mostrou bom futebol diante do seu torcedor, tomando a iniciativa e partindo para cima desde o início, postura recompensada com o gol de Lins logo aos 4min, em chute da entrada da área. O time treinado por Tuca Guimarães foi superior, criando mais chances que o adversário e chegando inclusive a ter um gol de Rafael Moura anulado por posição irregular.

Atlético-PR mostra poder de reação, mas sem eficiência

Surpreendido com um gol antes do quinto minuto de jogo, o Atlético-PR teve que passar a partida inteira indo atrás do placar. Paulo Autuori deixou seu time solto em busca de pelo menos o empate, fazendo alterações visando a reação. No entanto, Gatito Fernández teve mais uma atuação segura sob a meta do Figueirense, evitando gols nas chances mais claras criadas pelo time visitante, que chegou a quatro derrotas nos seus últimos cinco jogos no Campeonato Brasileiro.

Reprodução/Premiere

Mascote pede namorada em casamento

O intervalo da partida teve uma cena inusitada protagonizada pela mascote do Figueirense. O Furacão tirou sua máscara e se ajoelhou na lateral do gramado para pedir sua namorada em casamento, história que teve final feliz, já que ela disse "sim".

Ficha técnica

Figueirense 1 x 0 Atlético-PR
Data: 7/9/2016
Local: Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC)
Hora: 16h (de Brasília)
Gols: Lins, 4' do primeiro tempo

Figueirense: Gatito, Ayrton, Nirley, Werley e Marquinhos Pedroso; Jackson Caucaia (Renato), Jefferson, Ferrugem e Dodô; Rafael Moura (Maurides) e Lins (Ermel). Técnico: Tuca Guimarães.

Atlético-PR: Santos; Galhardo, Paulo André, Marcão e Nicolas; Otávio, Hernani, Pablo (Juninho) e Lucas Fernandes (Luciano Cabral), Luan (Marcos Guilherme) e André Lima. Técnico: Paulo Autuori.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos