Ricardo Gomes admite que risco de queda preocupa, mas vê melhoras no SP

José Edgar de Matos e Pedro Lopes

Do UOL, em São Paulo

Apesar da derrota para o Palmeiras, Ricardo Gomes disse ter visto uma evolução no time do São Paulo. Por causa disso, o treinador acredita que a equipe não sofrerá para evitar o rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Atualmente, a equipe está apenas dois pontos na frente do Vitória, primeiro time dentro da zona da degola.

"Sinceramente, a situação não é agradável, estamos a dois pontos (da zona de rebaixamento). Mas pelo que vi nos empates contra Inter e Coritiba e agora contra o Palmeiras, há uma evolução no time. Acho que vamos crescer e não vamos passar sufoco, apesar da má colocação", afirmou Gomes, em entrevista coletiva.

O discurso de alerta sobre rebaixamento foi acompanhado pelo auxiliar-técnico Pintado, que afirmou ser hora de se preocupar com a queda. "Estamos olhando para isso, sim. Não estamos escondendo de ninguém a clareza da situação. Vamos ter de lutar até o final, e vai ser difícil até o final".

Na saída de campo, o meia Daniel não escondeu a preocupação com a atual situação do São Paulo. "A gente sabe que precisa melhorar muito, mas a gente também tem consciência de que temos total chance de sair dessa situação e buscar coisas melhores nesse Brasileiro", afirmou à "Rádio Globo".

"São Paulo não se encontrou em campo"

Ricardo Gomes diz que não faltou garra ao time

Sobre a derrota para o Palmeiras, Ricardo Gomes afirmou que o time do Morumbi não conseguiu impor seu jogo no Allianz Parque. "O jogo ficou muito disputado, mas tínhamos que encontrar um espaço para jogar e não conseguimos. Essa foi a história do jogo. Méritos do Palmeiras. Nós não conseguimos jogar".

Mesmo com a derrota, o treinador elogiou a determinação mostrada dentro de campo, mas disse não ser o suficiente. "O time teve garra, empenho, organização, mas isso é pouco para o São Paulo. São Paulo tem que ter jogo. E tivemos dificuldades em executar o nosso jogo". 

Para o duelo, o São Paulo não pôde contar com Michel Bastos. Por motivos técnicos e psicológicos, o jogador acabou não sendo relacionado por Ricardo Gomes. "Coloquei o Michel no (treino) coletivo, ele não estava bem. Conversamos na terça-feira e ele não conseguiu explicar a deficiência que ele mesmo está sentindo, não conseguiu melhorar durante a semana e optei por deixar fora. É uma perda, mas temos que recuperar o Michel", explicou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos