Renegados deixam fim da fila e assumem papel de destaque no Flamengo

Bernardo Gentile

Do UOL, no Rio de Janeiro

Se a vida não andava fácil sob o comando de Muricy Ramalho, muitos jogadores têm muito a comemorar a volta por cima dada no Flamengo. E se alguns atletas renegados pelo antigo treinador assumiram papel de destaque no time atual, muito se deve ao técnico Zé Ricardo, que soube lidar com a situação e recuperou o futebol (e a confiança) dos comandados.

O caso mais claro é o de Gabriel. No Flamengo desde 2013, o jovem atacante recebeu inúmeras oportunidades no clube, mas jamais convenceu. Iniciou a atual temporada com certo prestígio, mas voltou a apresentar futebol questionável e perdeu espaço.

Tudo mudou com a chegada de Zé Ricardo. O treinador manteve conversas com o jogador, que passou a ter oportunidades na equipe. Foi titular nos últimos quatro jogos e teve papel de destaque. Contra a Ponte Preta foi dele o gol que abriu o placar.

Quem vive situação parecida é Fernandinho. Após chegar ao Flamengo e ter algumas oportunidades, o atacante perdeu espaço e voltou para o fim da fila. Novamente um papinho com Zé Ricardo para realizar alguns ajustes. O jogador voltou a ter oportunidades e não decepcionou.

Fernandinho marcou os dois gols das vitórias contra Ponte Preta, pelo Brasileiro, e Figueirense, na Copa Sul-Americana. Mesmo com o bom desempenho, o atacante sofre com a concorrência para conseguir uma vaga no time titular. Mesmo sem iniciar, o jogador comemora o fato de estar ajudando a equipe.

"Gabriel e Fernando vêm amadurecendo, apesar de serem experientes. O importante é que o grupo vem acreditando no companheiro, e há uma vibração muito grande no lance certo ou na hora do gol. Seja em campo ou no vestiário. No Scarpelli (após derrota por 4 a 2 na primeira fase da Sul-Americana) com o Figueirense, o vestiário foi de alto nível de cobrança, e a gente incentiva. O que acontece é o ambiente que todo o clube criou, desde direção, comissão e jogadores, o que faz com que possamos acreditar que nosso sonho pode acontecer", disse Zé Ricardo para falar especificamente sobre Fernandinho e seu poder de decisão.

"O gol foi consequência de vários fatores, sinceramente não me preocupo com quem faz o gol, mas com o rendimento coletivo. Hoje rendemos menos, mas nos doamos bastante, eles foram fantásticos, mostraram que são muito fortes mentalmente. O Fernandinho fez o gol. Ele trabalha bastante, assim como Marcelo Cirino, Gabriel, Everton, Adryan e Thiago Santos, que fazem a mesma função", finalizou.

O Flamengo volta a campo neste sábado, quando medirá forças com o Vitória, no Barradão. A partida marcará o retorno de Guerrero após defender a seleção do Peru, nas Eliminatórias da Copa do Mundo. Com 43 pontos, o Rubro-negro é o vice-líder da competição a três pontos do Palmeiras, com 46.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos