Tamanho não é documento e zagueiro do Atlético-MG se inspira em Marquinhos

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Bruno Cantini/Clube Atlético Mineiro

    Gabriel comemora com Fred o primeiro dos dois gols que o atacante fez no Vitória

    Gabriel comemora com Fred o primeiro dos dois gols que o atacante fez no Vitória

Certamente a seleção brasileira vive seus melhores dias em muitos anos. Nas últimas semanas a equipe nacional conquistou a medalha de ouro na Olímpiada Rio 2016 e venceu as duas últimas partidas das Eliminatórias para a Copa do Mundo. Entre os três jogadores que disputaram todas as partidas está o zagueiro Marquinhos. Com 1,83m o defensor é tido como "baixinho" para os padrões atuais do futebol.

Mas Marquinhos compensa a baixa estatura com boa técnica e boa colocação. Apesar do gol contra na partida contra a Colômbia, pelas Eliminatórias, o zagueiro se destacou positivamente. E o jogador do PSG serve como inspiração para outro jogador da mesma posição. Gabriel, do Atlético-MG, é somente um ano mais novo e tem o jogador revelado pelo Corinthians como um exemplo a seguir.

"O Marquinhos serve demais como inspiração. Sempre falo muito bem sobre o Marquinhos, que é um grande jogador. Não só o Marquinhos, mas talvez os melhores zagueiros do Mundo eram mais baixos, como o Puyol (1,78m), o Gamarra (1,80m) e o Otamendi (1,83m), que não é tão alto. É compensar isso com trabalho de impulsão, várias outras coisas, para não deixar a desejar", disse o jogador atleticano, mede 1,81.

"Depois do treino eu faço alguns trabalhos específicos, com o preparador físico Kalilzinho (Luis Otávio Kalil). Treinamos alguns lançamentos, para eu tirar e pegar o tempo da bola. São coisas que fazemos no dia a dia".

Titular do Atlético no triunfo sobre o Vitória, Gabriel fez somente a 11ª partida pelo clube mineiro. A chance apareceu após mais de dois meses, já que o zagueiro não atuava desde junho. No quesito altura, Gabriel perde para todos os demais zagueiros do elenco alvinegro. A dupla de zaga titular, por exemplo, é formada por Leonardo Silva e Erazo. Cada um com 1,92m de altura.

Gabriel faz parte do elenco profissional do Atlético desde 2014, entre algumas voltas para a categoria de base e jogou pouco desde então. Algo que também aconteceu com Marquinhos, no Corinthians. Embora tenha o título da Copa Libertadores de 2012 no currículo, o zagueiro disputou somente 15 partidas pelo clube paulista, antes de ser negociado com a Roma, da Itália. Foi na Europa que o defensor ganhou projeção e o status de titular da seleção brasileira, além de estar constantemente na mira de gigantes europeus. Barcelona e Manchester United foram equipes que já demonstraram interesse em Marquinhos.

Até por isso, Gabriel sabe que precisa trabalhar muito e ter paciência, até que seja possível virar titular do Atlético. Para a próxima rodada, o jovem defensor pode continuar no time. Leonardo Silva retorna de suspensão, mas Erazo segue no departamento médico. Cabe ao técnico Marcelo Oliveira escolher entre Gabriel e Edcarlos. No que depender do desejo da torcida, o jovem zagueiro vai ser o titular contra o Fluminense.

"Fico feliz pela forma como sou tratado. A torcida do Atlético não tem palavra para descrever. Fico feliz com o elogio e com o carinho que recebo deles. É continuar trabalhando, para seguir em busca do nosso objetivo".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos