Por sonho de título, Cristóvão precisa quebrar histórico ruim contra top 10

Luiza Oliveira

Do UOL, em São Paulo

  • Robson Ventura/Folhapress

    Cristóvão Borge tem retrospecto ruim contra equipes que estão bem na tabela

    Cristóvão Borge tem retrospecto ruim contra equipes que estão bem na tabela

O Corinthians vai fazer o clássico contra o Santos, no próximo domingo, na Vila Belmiro, e ainda sonha com o título do Campeonato Brasileiro. Mas para levantar a taça precisa quebrar um histórico ruim no torneio. Sob o comando de Cristóvão Borges, a equipe só venceu uma vez os times que ocupam as dez primeiras colocações da competição.

Desde que Cristóvão fez sua estreia contra o Atlético-MG, o Corinthians enfrentou seis vezes as equipes do Top 10. Foram quatro derrotas, um empate e uma vitória. O único triunfo foi na goleada sobre o vice-líder Flamengo por 4 a 0, em 3 de julho. 

A equipe acabou perdendo para Atlético-MG, terceiro colocado com 42 pontos, por 2 a 1, Atlético-PR (9º colocado) por 2 a 0, Grêmio (6º) por 3 a 0 e ainda para a Ponte Preta (7º) por 2 a 0. Além desses adversários, a equipe do Parque São Jorge ainda enfrentou o Fluminense (8º no Brasileirão) pela Copa do Brasil e saiu com um empate por 1 a 1.

Já sob o comando de Tite, em seis partidas diante das dez melhores equipes do torneio, o Corinthians venceu três (Ponte Preta, Santos (5º) e Botafogo (10º)), empatou com o Grêmio e perdeu duas vezes, para Palmeiras (líder) e Fluminense.

Cristóvão ainda terá o desafio de vencer seu primeiro clássico. No único que disputou até agora, empatou com o São Paulo por 1 a 1, na Arena Corinthians.

O Corinthians hoje ocupa a quarta colocação com 40 pontos, seis a menos que o líder Palmeiras. Mas acredita que o título é uma realidade. "Estamos no G-4, a seis pontos do líder, com confronto direto, a três pontos do segundo colocado, também com confronto direto. A possibilidade de título é muito real, e temos de trabalhar em cima disso", disse Rodriguinho.

O meia ressalta a importância de vencer o Santos, mas não vê urgência em conseguir os pontos. "A necessidade de vencer nós temos sempre, mas não acho que essa seja uma final de campeonato. O Palmeiras joga fora de casa, temos confrontos diretos. Somar pontos será importante, mas tem muita coisa para acontecer ainda. Vamos com o pensamento de se manter em cima na tabela".

Curiosamente, com Cristóvão o time não conseguiu se destacar diante dos adversários diretos na briga pelo título, mas teve bons resultados e está invicto contra equipes da parte baixa da tabela. Venceu Santa Cruz, América-MG, Chapecoense, Inter, Vitória e Sport. Ainda empatou com São Paulo, Figueirense e Cruzeiro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos