Vitória e 5 bolas na trave. A história de Atlético x Flu em Edson Passos

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Bruno Cantini/Atlético

    Em 2003 o Atlético-MG venceu o Fluminense em Edson Passos e Marcelo Oliveira era o treinador atleticano

    Em 2003 o Atlético-MG venceu o Fluminense em Edson Passos e Marcelo Oliveira era o treinador atleticano

Os centenários Atlético-MG e Fluminense já se enfrentaram 87 vezes na história, com vantagem mineira, que tem 36 vitórias contra 26 derrotas. Nessa história de quase 90 jogos, uma partida aconteceu em Edson Passos, local da partida desta segunda-feira, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. Foi em 2003 e o treinador atleticano era Marcelo Oliveira.

A partida que valeu pela 33ª rodada jamais saiu da memória do técnico alvinegro. Quase 13 anos depois, Marcelo Oliveira tem lembranças do jogo que terminou 1 a 0 para o Atlético, com gol do meia Lucio Flavio. Mas não foi o resultado que ficou marcado na memória de Marcelo, mas o fato de o Fluminense mandar cinco bolas na trave do Atlético. Todas no segundo tempo.

"Não gosto de falar muito disso (gramado ruim), pois pode se criar um fantasma, se ampliar muito a situação. É um estádio mais acanhado e à distância parece que o gramado está bom. Tenho duas lembranças de quando joguei lá.  Primeiro por ser o jogo da bola na trave. Levamos pelo menos umas seis (cinco), com uma pressão muito grande do Fluminense. Mas no final ganhamos o jogo por 1 a 0 e comemoramos muito essa vitória", disse Marcelo, que espera vencer mais uma vez, mas sem tantos sustos.

"Acho que pode ser uma história diferente dessa vez. Vamos bem fortes e, embora seja um jogo muito difícil, precisamos muito de uma sequência de vitórias para nos mantermos lá na frente".

Joãozinho, Zada, Marcelo Macedo, Carlos Alberto e o Sorato foram os jogadores do Fluminense que acertaram a trave da meta defendida por Velloso. A última delas, com Sorato, foi aos 48 minutos do segundo tempo.

Em 2003 o jogo aconteceu no estádio de Edson Passos por opção do próprio Fluminense. De acordo com a diretoria tricolor à época, deixar o Maracanã e jogar no estádio do América-RJ significa uma economia de R$ 40 mil. No entanto, a decisão foi mesmo do técnico Joel Santana, que deseja um estádio com clima de caldeirão, para pressionar o adversário, já que o Fluminense estava na zona do rebaixamento.

Agora, o jogo entre Atlético e Fluminense acontece novamente em Edson Passos pela impossibilidade de usar o Maracanã. O principal palco do futebol no Rio de Janeiro recebeu a festa de abertura dos Jogos Paralímpicos Rio 2016.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos