Flamengo bate Vitória e se iguala ao Palmeiras na ponta antes de "decisão"

Do UOL, em São Paulo

No embalo da brincadeira do "cheirinho de hepta", o Flamengo deu neste sábado um passo importante em busca do título do Campeonato Brasileiro. No Barradão, a equipe carioca não se abateu com o gol anotado marcado pelo Vitória aos 22 minutos da etapa inicial, bateu o time da casa por 2 a 1, chegou ao quarto triunfo consecutivo na competição, pulou para 46 pontos e encostou no líder Palmeiras, que tem a mesma pontuação. 

Os dois primeiros colocados do Brasileiro têm um encontro marcado na quarta-feira, às 21h45, no Allianz Parque. O confronto é encarado pelos dois times como uma decisão antecipada no Brasileiro. Antes da "final", neste domingo, às 18h30, os flamenguistas torcem pela derrota do Palmeiras contra o Grêmio, em Porto Alegre. 

O estreante Zé Love abriu o placar para o Vitória. Fernandinho e Gabriel marcaram os gols do Flamengo.

Enquanto não faltam razões para o Flamengo celebrar o bom momento, o Vitória segue preocupado com o rebaixamento. Com a derrota, a equipe baiana não sai da 18ª colocação, com 26 pontos.

Em ótima fase, Fernandinho inicia a reação flamenguista

Apresentado pelo Flamengo há quatro meses, Fernandinho demorou para ter boas atuações com a camisa rubro-negra. Nos últimos jogos, contudo, o jogador vem sendo uma talismã flamenguista. Ele vinha embalado por gols importantes nas vitórias contra Figueirense, na Copa Sul-Americana, e Ponte Preta, pelo Brasileiro, e voltou a balançar as redes neste sábado. Um cabeceio preciso de Fernandinho iniciou a reação flamenguista no Barradão no fim do primeiro tempo.

Zé Love deixa boa impressão em sua estreia

O atacante Zé Love, com passagens por Santos, Genoa, Coritiba e Goiás, fez neste sábado sua estreia com a camisa do Vitória. Contratado após a saída de Dagoberto, ele não atuava desde que deixou o Al Shaab, dos Emirados Árabes, em junho deste ano.

Diferentemente de Dagoberto, que não marcou um gol sequer em 20 partidas disputadas pelo Vitória, Zé Love precisou de apenas 22 minutos para balançar as redes. Ele mostrou oportunismo após um chute fraco de Diego Renan e abriu o placar para o Vitória.

Zé Love precisou de apenas 22 minutos para provar que não sentiu a falta de ritmo de jogo. Ele mostrou oportunismo após um chute fraco de Diego Renan e abriu o placar para o Vitória. O camisa 39 ainda saiu bastante da área, abrindo espaço para os companheiros que tentavam invadir a área do Flamengo.

Vitória encurrala o Flamengo nos primeiros minutos

A boa fase do Flamengo não intimidou o Vitória no início da partida. Com as arquibancadas do Barradão cheias – o estádio recebeu neste sábado o maior público da temporada –, a equipe baiana começou o duelo com mais volume de jogo e partindo para cima dos visitantes.

 

 

A primeira chance de perigo dos donos da casa surgiu logo aos 4 minutos, quando Serginho arriscou de longe e Muralha bateu roupa. Encurralado, o Flamengo ficava menos com a bola e ainda desperdiçou uma chance de sair na frente aos 17 minutos. Leandro Damião, centroavante escolhido por Zé Ricardo - Guerrero, que esteve com a seleção peruana nas Eliminatórias, começou no banco -, saiu cara a cara com Caíque e chutou em cima do goleiro.

Aos 22 minutos, Diego Renan errou um chute de fora da área e viu a bola sobrar para Zé Love, que tocou para as redes e deixou o Vitória em vantagem.

Flamengo, enfim, se solta e chega ao empate

O Flamengo precisou de 30 minutos para abandonar sua postura tímida no gramado. Os laterais Pará e Jorge avançavam pouco. Diego, bem marcado, não conseguia coordenar as ações de ataque do time de Zé Ricardo. Parte das dificuldades dos cariocas na etapa inicial pode ser creditada à marcação adiantada que Vágner Mancini montou neste sábado.

Os papéis se inverteram na parte final do primeiro tempo. O Vitória recuou, perdeu intensidade e abriu espaço para o Flamengo.

O gol de empate saiu em uma jogada envolvente aos 44, pouco antes do intervalo. Após uma tabela envolvente entre Willian Arão e Pará, Fernandinho, de apenas 1,71m, recebeu cruzamento da direita e cabeceou no canto esquerdo, sem dar chances para Caíque. 

Virada flamenguista sai em outra tabela envolvente

Assim como no fim da primeira etapa, o Flamengo retornou do intervalo com espaço para construir suas jogadas. Aos 14 minutos, outra tabela bem construída pelos comandados de Zé Ricardo conduziu o time ao gol. Pela direita, Gabriel tocou para Diego, que devolveu com precisão para o companheiro dentro da área. O camisa 17 acertou chute forte e anotou o segundo gol flamenguista. Gabriel já havia balançado as redes na partida anterior, contra a Ponte Preta.

Expulsão de Diego Renan complica o Vitória

Os problemas do Vitória aumentaram aos 27 minutos. Diego Renan foi expulso após falta em Gabriel e deixou o Flamengo em posição ainda mais confortável no jogo.

FICHA TÉCNICA

VITÓRIA 1 X 2 FLAMENGO

Data e hora: 10/09/2016, sábado, às 18h30 (horário de Brasília)

Local: Barradão, em Salvador

Árbitro: Vinicius Furlan

Auxiliares: Gustavo Oliveira e Daniel Ziolli

Gols: Zé Love (22 minutos do 1º tempo), Fernandinho (44 do 1º) e Gabriel (14 do 2º)

Cartões amarelos: Cárdenas (Vitória); Rafael Vaz (Flamengo)

Cartão vermelho: Diego Renan (Vitória)

VITÓRIA: Caíque; Diogo Mateus, Ramon, Kanu, Diego Renan; Willian Farias, Serginho (Flávio), Cárdenas; Kieza (Euller), Marinho (Vander) e Zé Love. Técnico: Vágner Mancini

FLAMENGO: Alex Muralha; Pará, Réver, Rafael Vaz, Jorge; Márcio Araújo, Willian Arão, Diego (Mancuello); Gabriel (Marcelo Cirino), Fernandinho (Alan Patrick) e Leandro Damião. Técnico: Zé Ricardo

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos