Apesar de golaço, Ponte Preta apenas empata com o América-MG

Do UOL, em Belo Horizonte

Receber o lanterna, que tem apenas três vitórias no Campeonato Brasileiro, é uma oportunidade que todos os times da competição desejam. E quando a Ponte Preta fez 1 a 0 no América-MG, com um golaço de William Pottker, parecia que nada estragaria a noite em Campinas. Mas uma falha da zaga custou caro e o América-MG empatou o jogo em 1 a 1.

Resultado que foi ruim para os dois clubes. Os donos da casa perderam ótima chance de pontuar diante da pior equipe do Brasileirão. Uma vitória deixaria a Ponte Preta apenas três pontos atrás do Corinthians, o quarto colocado. Já o América, que volta a pontuar depois de quatro rodadas, segue 13 pontos atrás do primeiro time fora da zona do rebaixamento.

Golaço coloca Pottker na briga pela artilharia

William Pottker começou o ano no Linense e ficou entre os sete maiores goleadores do Campeonato Paulista, com sete gols anotados. Desempenho que chamou a atenção da Ponte Preta. Na Série A, o atacante alterna jogos como titular e reserva. Mesmo assim já são nove gols no Brasileirão, perdendo apenas para a trinca de artilheiros formada por Robinho (Atlético-MG), Gabriel Jesus (Palmeiras) e Sassá (Botafogo).

Trapalhada da zaga complica a Ponte Preta

Em 23 rodadas o América anotou somente 13 gols. Segurar o ataque da equipe que menos fez gols no Campeonato Brasileiro não estava sendo uma tarefa complicada para a Ponte Preta. A equipe de Campinas fazia uma partida segura até uma falha conjunta de Douglas Grolli e João Vitor. Ambos tentaram cortar uma bola alçada na área e se atrapalharam, deixando Jonas sozinho com Aranha. O lateral do América teve tranquilidade para empatar o jogo.

Depois de 'jogar a toalha', América faz jogo duro

Após a derrota para o Cruzeiro, na 23ª rodada, o técnico Enderson Moreira praticamente admitiu o rebaixamento do América. O discurso foi sobre a história do clube, que já superou outros rebaixamentos. Mas como ainda existe uma chance de escapar, desde que o América vença pelo menos 11 partidas, o time fez jogo duro com a Ponte Preta. É verdade que não criou muitas chances, mas anulou bem as forças ofensivas do adversário.

Ponte vai mal e não consegue criar na etapa final

Para uma equipe que tinha a chance de terminar a rodada apenas três pontos distante do G4, a Ponte Preta ficou devendo, especialmente no segundo tempo. Durante os primeiros 45 minutos, a equipe de Campinas criou algumas chances e conseguiu abrir o placar. Mas a etapa final foi muito abaixo do que a Ponte Preta apresentou recentemente. Foram bons jogos diante do Palmeiras, Atlético-MG (pela Copa do Brasil) e Flamengo, mas contra o lanterna o time de Eduardo Baptista não criou uma boa chance sequer após sofrer o empate, que aconteceu aos 12 minutos do segundo tempo.

FICHA TÉCNICA
PONTE PRETA 1 X 1 AMÉRICA-MG

Data: 11/09/2016 (domingo)
Horário: 18h30 (de Brasília)
Motivo: 24ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Público: 4.386
Renda: R$ 63.790,00
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (Fifa/GO)
Assistentes: Bruno Raphael Pires (GO) e Fabiano da Silva Ramires (ES)
Cartões amarelos: Ravanelli e João Vitor (PON) Ernandes (AFC)
Gols: William Pottker aos 43 min do primeiro tempo; Jonas aos 12 min do segundo tempo

PONTE PRETA
Aranha, Nino Paraíba, Douglas Grolli, Fábio Ferreira e Reinaldo; João Vitor, Maycon (Matheus Jesus, aos 33 do 2º) e Abuda (Ravanelli, aos 15 do 2º); Rhayner, William Pottker (Roger, aos 11 do 2º) e Clayson.
Treinador: Eduardo Baptista.

AMÉRICA-MG
João Ricardo; Jonas, Alison (Suelinton, aos 24 do 2º), Éder Lima e Gílson; Leandro Guerreiro, Juninho, Pablo e Danilo (Ernandes, aos 36 do 2º); Osman e Nixon (Michael, aos 26 do 2º).
Treinador: Enderson Moreira.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos