"Fundamental e iluminado": Cuca valoriza boa fase de Jailson no Palmeiras

Do UOL, em São Paulo

Cuca gostou do empate sem gols conquistado pelo Palmeiras contra o Grêmio, fora de casa, neste domingo. O treinador alviverde reconheceu a superioridade gremista no primeiro tempo e elogiou a atuação de Jailson em Porto Alegre. O goleiro salvou o líder do campeonato em duas oportunidades, abafando Pedro Rocha e salvando o que seria uma finalização perigosa na etapa inicial e desviando um chute de Edilson no segundo tempo.

"O Jailson tem sido fundamental para nós. Ele entra com 35 anos pela primeira vez em uma Série A e rende o que está rendendo. É uma pessoa iluminada. Tem passado uma segurança muito grande. É importantíssimo ter um goleiro que passe essa segurança", destacou. 

Cuca reconheceu a superioridade do Grêmio no decorrer do primeiro tempo, etapa em que o Palmeiras pecou, segundo ele, pela falta de velocidade. 
 
"Eu vi um jogo que, no primeiro tempo, teve o Grêmio melhor. Teve o controle do jogo, as melhores oportunidades. Nosso jogo não encaixou. A velocidade não apareceu durante o jogo. No segundo tempo, quando mudamos a característica do time, ficou mais equilibrado. Poderíamos ter perdido em um lance do Luan ou na bola do Edilson [que tocou a trave], mas também poderíamos ter vencido no segundo tempo", analisou. 
 
"Você jogar com o Grêmio aqui e levar um ponto nunca é ruim. É muito difícil vencer. Sair com um ponto foi o que de melhor deu para se fazer. Lá na frente pode ser muito benéfico", acrescentou. 
 
Mesmo com as dores de Gabriel Jesus na virilha esquerda - o atacante caiu no gramado e foi substituído no segundo tempo -, Cuca espera contar com o jogador para o jogo de quarta-feira, contra o Flamengo, no Allianz Parque. De acordo com o treinador, o jovem foi poupado nos treinamentos após a vitória contra o São Paulo. 
 
"Nesse momento, muitas pessoas podem falar coisas oportunistas. 'Ah, é porque pôs o guri para jogar 40 minutos [no clássico contra o São Paulo]. Ele descansou quinta, sexta e sábado. Eu não deixei ele trabalhar sequer um período. A fisiologia do Palmeiras é muito boa. Pode ser que quarta-feira ele jogue". 
 

Confira outros trechos da coletiva de Cuca: 

Expectativa para o jogo contra o Flamengo
 
"O Flamengo cresceu e venceu os últimos jogos. Isso não se deve a um só jogador [Diego]. É um prenúncio de um grande jogo."
 
Substituição de Róger Guedes
 
"Ele levou uma batida na hora em que seria substituído. Na cabeça dele, estava saindo por causa daquela batida. Ele dizia: 'Não, não, não! Não precisa me tirar'. Mas ele não estava saindo por causa da batida, mas em razão de uma opção minha. Ele é um menino bom, ainda tem muito a aprender."

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos