Meia do Cruzeiro se irrita com arbitragem em revés para o Botafogo

Do UOL, em Belo Horizonte

A atuação de Rafael Traci (PR) não agradou ao Cruzeiro. Substituto de Rafael Sóbis, o meia-atacante Alisson deixou o Mineirão, na tarde deste domingo (11), irritado com o árbitro filiado à Federação Paranaense de Futebol. As faltas assinaladas pelo mediador do confronto foram reprovadas pelo atleta.

Embora reconheça o mérito do Botafogo no revés sofrido no Gigante da Pampulha, o jogador compara a atuação de Rafael Traci aos juízes das divisões inferiores.

"Triste pelo fato de não ter vindo a vitória. O juiz, às vezes, é brincadeira, você não pode falar, porque é punido. O cara estava dando falta que nem em jogo de infantil você dá falta. Então, é mérito do Botafogo que conseguiu a vitória", afirmou.

Se Alisson não ficou contente com a arbitragem, Lucas preferiu não se envolver na situação. Presente em um lance determinante para o resultado do confronto, o qual trombou em Ramón Ábila, o lateral direito garante preferiu não criticar o mediador do duelo.

"Não sei se estava. Não vi se toquei na bola, trombei com ele. A gente lutou, lutou. Infelizmente, hoje, não foi possível levantar a cabeça", declarou.

"Tranquilo. Temos outros jogadores importantes. A gente sabia que uma hora ou outra a derrota poderia acontecer. A gente fica chateado, mas tem que pensar lá na frente", acrescentou.
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos