Vaia ou aplauso? Fred reencontra antiga paixão no Flu x Galo no Rio

Bernardo Gentile

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Bruno Cantini/Clube Atlético Mineiro

    Desde junho, o 'coração' de Fred agora é jogado para a torcida do Atlético-MG

    Desde junho, o 'coração' de Fred agora é jogado para a torcida do Atlético-MG

Fluminense e Fred viveram um lindo e intenso relacionamento durante os poucos mais de sete anos de casamento. Em junho, porém, as partes decidiram que o divórcio era o melhor caminho. O atacante foi para o Atlético-MG, onde já passou a marcar seus gols. O Tricolor, por outro lado, se reforçou, mas a verdade é que ainda não encontrou o substituto ideal.

Nesta segunda-feira, Fluminense e Atlético-MG medirão forças às 20h, em Edson Passos, em partida que marcará o reencontro do Tricolor com Fred. A expectativa é que o estádio esteja completamente lotado. Uma dúvida, porém, se mantém: como será a recepção dos torcedores com um dos maiores ídolos de todos os tempos do clube, agora em nova casa?

"Não posso me colocar no lugar do torcedor. Se o torcedor estivesse no lugar do Fred, poderia tomar a decisão do que fazer. Foi uma decisão profissional dele (de sair). Nós vamos torcer para ele errar tudo, não vamos torcer para jogar bem. Por isso o futebol é bom. Ele é um cara do bem, pronto, é por aí. Agora, dentro de campo, vamos torcer para escorregar, errar tudo que é chute [risos]", disse o técnico Levir Culpi.

O treinador do Fluminense, inclusive, teve papel de destaque nos últimos capítulos de Fred nas Laranjeiras. Isso porque Levir bateu de frente com o atacante nos bastidores e gerou uma grande briga, resolvida em alguns dias. O problema maior ocorreu com o clube, que já não fazia o camisa 9 se sentir tão valorizado no clube. Mais que isso, o fez se sentir atrapalhando. Foi então que ele decidiu respirar novos ares e contou com o apoio do departamento de futebol, além do presidente Peter Siemsen.

"Com certeza é algo especial para mim, pela quantidade de amigos que eu tenho lá dentro, a quantidade de anos que eu passei no clube. Vai ser um jogo para mexer com as minhas emoções. Mas tudo dentro do controle para estar bem equilibrado. Vamos ver o que vai acontecer. Não deu tempo para pensar nada ainda. Sempre tenho o hábito de respeitar os clubes que passei. Um clube [Fluminense] que eu vivi grandes momentos da minha carreira, que me apoiou nos momentos difíceis. O carinho existe. Mas quando a bola rolar, vou fazer de tudo para marcar os gols como sempre", disse Fred.

E de gols Fred entende. Ele é o terceiro maior artilheiro da história do Fluminense, tendo balançado as redes em 172 oportunidades em 288 jogos. A meta do jogador era ao menos assumir a segunda colocação, de Orlando Pingo de Ouro, com 184. Isso porque o líder é Waldo, com 319.

O time mineiro precisa da vitória para não se desgarrar de Palmeiras e Flamengo, os principais rivais na disputa do título. Já o clube carioca ainda sonha com o G4.

FLUMINENSE X ATLÉTICO-MG

Data e hora: 12/09/2016, segunda-feira, às 20h (horário de Brasília)
Local: Giullite Coutinho, em Mesquita (RJ)
Árbitro: Eduardo Tomaz de Aquino Valadao (GO)
Auxiliares: Adailton Fernando Menezes e Edson Antonio de Sousa (GO)

Fluminense
Julio Cesar; Wellington Silva, Henrique, Gum e William Matheus; Douglas, Cícero, Marquinho e Gustavo Scarpa; Wellington e Magno Alves
Técnico: Levir Culpi

Atlético-MG
Victor, Carlos César, Leonardo Silva, Edcarlos (Gabriel) e Fábio Santos; Rafael Carioca, Lucas Cândido e Maicosuel; Lucas Pratto, Robinho e Fred

Técnico: Marcelo Oliveira 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos