Técnico do Fla tira Diego, mantém Damião e irrita torcida na internet

Do UOL, no Rio de Janeiro

Com o volante Márcio Araújo expulso aos 39 minutos do primeiro tempo, o técnico do Flamengo, Zé Ricardo, teve que mudar a formação do time ainda na etapa inicial. Algo relativamente comum, especialmente para quem joga fora de casa. O que muitos não esperavam era a opção de tirar justamente o principal jogador da equipe: Diego.

Aos 43 minutos, o meia deixou o campo para dar lugar a Cuellar, meia com características defensivas. Se Diego deixou o campo cabisbaixo, a torcida também não ficou muito feliz. Especialmente na internet. Nas redes sociais, rubro-negros questionavam Zé Ricardo e não perdoavam a opção de tirar uma das principais esperanças da equipe.

A revolta com o comandante, no entanto, se reverteu logo. No início do segundo tempo, a mesma torcida que criticou Zé Ricardo o elogiou. E novamente por uma troca. Ao lançar mão de Alan Patrick, o técnico definiu um gol. O jogador marcou em seu primeiro toque na bola e garantiu o placar momentâneo de 1 a 0 para o Flamengo.

Mas o amor não durou muito. Quando tudo se encaminhava para um final feliz, Zé Ricardo tirou Everton, colocou Marcelo Cirino e voltou a ser xingado. A torcida pedia que Leandro Damião, anulado no ataque, deixasse o ataque e que Fernandinho, bem nos últimos jogos, entrasse.

Para piorar, o Palmeiras empatou em bonito gol de Gabriel Jesus. A situação se complicou para Zé Ricardo, especialmente no Twitter. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos