Cheirinho mantido: Por que Flamengo não se incomodou com empate no Allianz

Do UOL, no Rio de Janeiro

A torcida do Flamengo lotou o aeroporto na terça-feira (13), fez festa, empurrou o time e sonhou com a vitória sobre o Palmeiras que levaria o time à liderança isolada do Campeonato Brasileiro. O placar, no entanto, foi um empate por 1 a 1 que manteve os paulistas na ponta da tabela da competição. Nada disso, porém, frustrou os rubro-negros.

Mesmo sem o gostinho do primeiro lugar, elenco, comissão técnica e diretoria deixaram o Allianz Parque na noite da última quarta (14) satisfeitos com a situação do time. E motivos não faltam para explicar.

Expulsão de Márcio Araújo

Se no início do jogo o Flamengo dominou e partiu para cima do Palmeiras em busca da vitória, no final o cenário era outro. Com a expulsão de Márcio Araújo ainda no primeiro tempo e, consequentemente, um jogador a menos, o Rubro-negro recuou. Nem mesmo o gol de Alan Patrick para abrir o placar mudou a percepção. "Temos que comemorar, atletas foram fantásticos. O empate foi bom", disse o técnico Zé Ricardo.

Campanha fora de casa

Se a vitória não veio, ao menos o empate ratificou a condição do Flamengo de melhor visitante do Brasileiro. Em 13 jogos, são 21 pontos conquistados (seis vitórias, três empates e quatro derrotas). A trajetória sólida mantém o time apenas um ponto atrás do líder. "Seguimos próximos do Palmeiras, isso é fundamental na trajetória", explicou Zé Ricardo.

Melhor sequência do Brasileiro

Com o ponto conquistado na última quarta, o Flamengo confirmou a melhor sequência atual da competição. Nos últimos cinco jogos, foram quatro vitórias e somente um empate. Nenhum time pontuou tanto como o Rubro-negro.

Próxima rodada anima

Já olhando para frente, o Flamengo faz as contas a partir dos próximos passos. Enquanto vê seu adversário direto pela ponta, o Palmeiras, encarar o clássico contra o Corinthians, o time carioca pega o Figueirense praticamente em casa – mesmo atuando no Pacaembu. Isso porque a grande maioria das arquibancadas será do Rubro-negro, mandante em questão.

Tantos argumentos positivos animam o torcedor, principalmente. Se os jogadores ainda mantêm o pé no chão e ressaltam que ainda nem chegaram à liderança, o povo das arquibancadas e redes sociais garante que o já famoso e bem-humorado "cheirinho de hepta" está mais forte a 13 rodadas do fim do Brasileiro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos