Grêmio faz 113 anos sem técnico, sem direção de futebol e em ebulição

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

Não era o aniversário que a torcida esperava. Nesta quinta-feira (15), o Grêmio completa 113 anos de história. Mas no que mais importa, vive o momento mais tenso de sua trajetória recente. Sem treinador, sem direção de futebol e em crise política, o Tricolor é só incerteza. 

Após a derrota por 3 a 0 para a Ponte Preta, o Grêmio viu seu técnico Roger Machado pedir demissão. Tentou convence-lo do contrário, mas não conseguiu. De forma forte e veemente, o ex-lateral esquerdo deixou o comando do clube. 
 
"Ele entende que talvez seja necessário isso até para estancar um processo de queda. Fomos todos contrários, eu e o departamento de futebol. Mas não foi possível. E não negamos a queda, ela é evidente. Só acreditamos que ele pudesse conduzir o processo", explicou o presidente Romildo Bolzan Júnior, que durante 40 minutos tentou fazer Roger mudar de ideia. 
 
De quebra, uma crise política que teve ápice durante a semana derrubou todo o braço político do departamento de futebol. O diretor Antonio Dutra Júnior falou em tom de reclamação sobre o vice Alberto Guerra e o assessor Alexandre Rolim. Todos entregaram os cargos e deixarão o comando. 
 
"Vamos nos reunir e avaliar tudo isso, é a tendência para zerar o processo", afirmou Bolzan. 
 
O único que deve permanecer é o diretor executivo de futebol, Júnior Chávare. Mas nem mesmo ele tem situação totalmente garantida. 
 

Política efervescente e acusações nos bastidores

Não bastasse tantos problemas logo no dia de seu aniversário, o Grêmio vive tensão política pela proximidade da eleição que renovará 180 cadeiras em seu Conselho Deliberativo. Movimentos de oposição acusam movimentos de situação de utilizar a 'máquina' para conquistar votos. A presença presidencial em eventos gera muita discórdia, por exemplo. 
 
Em meio a isso, o clube inicia uma programação que era para ser de festa. Na sexta-feira, um banquete na Arena deveria celebrar o aniversário azul, branco e preto. Mas pelo andar das coisas, será mais um momento de debate do que de comemoração. 
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos