Nobre manda retirar torcedor que celebrou gol do Fla e irrita a WTorre

Danilo Lavieri e José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo

O clima tenso do empate por 1 a 1 entre Palmeiras e Flamengo transcendeu as linhas do gramado. Em vídeo recebido pelo UOL Esporte, o presidente do Palmeiras, Paulo Nobre, foi flagrado pedindo a retirada de um convidado de um camarote. O torcedor responsável por irritar o dirigente comemorou o gol anotado por Alan Patrick.

Segundo relatos de pessoas presentes durante a confusão, Paulo Nobre ordenou que um grupo de seguranças retirasse o torcedor do camarote.

A atitude agressiva do dirigente foi filmada, e a Real Arenas (empresa aberta pela WTorre para gerenciar o Allianz Parque) chegou a cogitar registrar um Boletim de Ocorrência contra o dirigente, o que não ocorreu

Procurado, Paulo Nobre, por meio da assessoria de imprensa do clube, não se pronunciará sobre o assunto neste primeiro momento.

Esta é a segunda vez que ocorre um problema desta magnitude. O presidente já se envolveu em confusão com um torcedor que havia comemorado gol do Corinthians, em clássico realizado no mês de setembro do ano passado no Allianz Parque.

A confusão também reabre as divergências entre o presidente do Palmeiras e a WTorre, construtora do estádio. A relação entre as duas partes segue tumultuada, com ambos discutindo em arbitragem sobre a comercialização de cadeiras na arena.

Por outro lado, o Palmeiras se incomoda com eventos marcados em datas de jogos, que obriga o clube a mandar partidas em outros estádios - neste Brasileiro, por exemplo, o time alviverde venceu o Grêmio por 4 a 3 no Pacaembu.

O duelo contra o Cruzeiro, marcado para o dia 12 de outubro, tirará o Palmeiras do Allianz Parque. A WTorre reservou para a mesma data o show do tenor italiano Andrea Bocelli.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos