Depois de nova derrota, jogadores do Inter silenciam e 'fogem' de protesto

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

É comum após os jogos do Internacional em casa, dois, três, quando vence até mais jogadores passarem pela zona mista do Beira-Rio. Após a derrota desta quinta-feira (15) contra o Vitória, nenhum esteve no local. Em silêncio, os atletas trataram de fugir dos protestos ocorridos do lado de fora, e também de qualquer manifestação. 

Enquanto os aficionados postaram-se por onde os atletas sairiam normalmente, eles trataram de buscar uma via alternativa para deixar o estádio. Foram até o estacionamento escoltados e não tiveram contato sequer visual com os aficionados, que gritaram muito e acabaram abandonando o pátio da casa vermelha. 
 
E aproveitando-se disso, nenhum deles concedeu entrevistas fora do campo. Dentro dele, Alex, Danilo Fernandes e Paulão se manifestaram em um óbvio tom de desânimo pela derrota em casa. 
 
Até mesmo em momentos de queda, as lideranças do grupo normalmente passavam pela zona mista para se manifestar. Desta vez, o impacto do infortúnio foi tão grande que isso não aconteceu. 
 
"Não vamos jogar a toalha, vamos seguir trabalhando e lutando para sair desta situação. Estou abatido, como todos estão. Mas vamos lutar para sair disso", disse o vice de futebol Fernando Carvalho, que apareceu para se manifestar antes mesmo do técnico Celso Roth. 
 
O elenco do Internacional se reapresenta na sexta-feira. O próximo compromisso será na segunda-feira, diante do América-MG. Com 27 pontos, o Inter é 18º colocado na classificação e retornou à zona de rebaixamento. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos