Guerrero supera passagem por hospital e começa 'agora' briga com Damião

Bernardo Gentile e Pedro Ivo Almeida

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Fomontagem/Flamengo.com.br

    Os atacantes Leandro Damião e Guerrero em treino do Flamengo

    Os atacantes Leandro Damião e Guerrero em treino do Flamengo

Guerrero era titular absoluto do Flamengo até a contratação de Leandro Damião. A sombra do novo reforço se tornou tão grande que já há uma dúvida para se saber quem ficará no time principal. O peruano teve que superar até mesmo uma passagem pelo hospital por conta de problemas estomacais antes de iniciar a briga pela vaga.

O drama de Guerrero se iniciou com a convocação para a seleção peruana. No período em que esteve fora, Leandro Damião acumulou boas atuações e deixou uma dúvida na cabeça do técnico Zé Ricardo. O gringo voltou ao Flamengo e após dois jogos nem sequer entrou em campo, ficando os 180min no banco de reservas.

Isso, porém, não quer dizer que Guerrero é o novo reserva do Flamengo. No primeiro duelo, contra o Vitória, no último sábado, o peruano chegou a Salvador na sexta de tarde e não participou de nenhum treinamento. No fim das contas, o atacante viu do banco de reservas Damião brigar muito em campo em mais uma vitória dos cariocas.

Ao voltar para o Rio de Janeiro, Guerrero teve que lidar com um problema estomacal. A situação foi tão delicada que o jogador do Flamengo foi parar na emergência de um hospital na Barra da Tijuca no domingo. Por esse motivo, o peruano não participou das atividades normalmente e voltou a ficar no banco de reservas diante do Palmeiras.

Para o duelo contra o Figueirense, neste domingo, no Pacaembu, Guerrero estará em suas condições normais. Assim, essa será a primeira vez após a convocação que o peruano terá que brigar pela posição com Leandro Damião. Por outro lado, o novo reforço foi titular nos últimos quatro jogos, quando não conseguiu balançar as redes apesar de muita briga a cada jogada.

Embora mais remota para iniciar a partida, existe a possibilidade de Zé Ricardo escalar os dois juntos. Nesse caso, Guerrero jogaria mais fora da área, onde tem bom rendimento. O problema é o esquema tático, já que hoje essa vaga é ocupada por Diego na composição defensiva.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos