Atlético-PR, tabu de 34 anos e gramado são obstáculos à recuperação do SP

Do UOL, em São Paulo

O São Paulo venceu duas partidas seguidas e começou o que pode ser uma recuperação no Campeonato Brasileiro, mas para dar sequência a isso terá que superar um dos maiores desafios que poderia ter neste domingo, diante do Atlético-PR, na Arena Baixada. Além do próprio adversário, pela frente um tabu de 34 anos e um gramado com uma diferença,

O Atlético-PR teve um excelente começo de Brasileirão, mas caiu de produção. Das últimas sete partidas, perdeu cinco, mas segue dois pontos à frente do São Paulo, com 36, na 10ª colocação. Mesmo assim, também busca uma recuperação.

Além de uma equipe que precisa estancar a série de maus resultados, o São Paulo tem pela frente um tabu de nada menos do que 34 anos sem vencer o Atlético jogando como visitante – o último resultado positivo ocorreu em 1982. Desde entao, são 22 partidas sem vencer.

Na verdade, a Arena da Baixada é palco de péssimos momentos para o clube paulista, que nunca venceu os donos da casa no estádio. Nos últimos seis jogos, são três empates e três derrotas.

Para complicar, além de enfrentar o adversário em um palco no qual, históricamente, nunca teve sucesso, o São Paulo terá que lidar com o gramado sintético da Arena, ao qual o Atlético está acostumado. Rodrigo Caio espera uma adaptação rápida, e acha até que o desafio pode virar vantagem para o São Paulo.

"Imagino que campo seja parecido com a arena do Corinthians, onde a bola corre muito, muito rápido. A gente vai se adaptar o mais rapido possivel, para entrar em campo focado, e fazer isso não atrapalhar. Na verdade  pode até acabar facilitando, temos um time rápido, de velocidade".

O São Paulo não deve ter grandes mudanças em relação ao time que enfrentou o Cruzeiro na quinta-feira. O Atlético-PR, por sua vez, tem no ataque sua principal dúvida: podem jogar ao lado de André Lima Lucas Fernandes, Yago ou Giovanny. 

FICHA TÉCNICA

 

ATLÉTICO-PR X SÃO PAULO

 

Data e hora: 18/09/2016 (Domingo), às 16h (Brasília)
Local: Arena da Baixada, Curitiba (PR)
Árbitro: Anderson Daronco
Auxiliares: Elio Nepomuceno de Andrade Junior e Antônio João do Prado Lima Albornoz

ATLÉTICO-PR: Weverton; Léo, Thiago Heleno, Paulo André e Nicolas; Otávio, Hernani, Matheus Rossetto e Pablo; Lucas Fernandes (Yago, Giovanny ou Juninho) e André Lima
Técnico: Paulo Autuori

SÃO PAULO: Denis; Buffarini, Maicon, Rodrigo Caio e Mena; Hudson, Thiago Mendes, Wesley, Kelvin e Cueva; Chavez
Técnico: Ricardo Gomes

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos