Dudu assume a faixa de capitão e busca marca importante diante do Coritiba

Do UOL, em São Paulo (SP)

  • Adriano Vizoni/Folhapress

    Dudu se tornou capitão, e o Palmeiras não perdeu mais

    Dudu se tornou capitão, e o Palmeiras não perdeu mais

Líder do Campeonato Brasileiro com 51 pontos, o Palmeiras retorna a campo neste sábado, às 16h (de Brasília), diante do Coritiba, no Allianz Parque, para confirmar a mudança de status de alguém que chegou como estrela, sofreu com críticas em relação ao comportamento e agora se tornou um líder dentro do elenco comandado por Cuca.

A cirurgia no cotovelo direito de Fernando Prass obrigou ao treinador encontrar outro atleta para ostentar a faixa de capitão. O técnico palmeirense, em uma fase importante da Série A, escolheu o meia-atacante Dudu para liderar o elenco em campo.

Contra o Coritiba neste sábado, o camisa 7 completará o décimo jogo consecutivo como capitão. Número expressivo para quem assumiu este papel de maneira surpreendente. As confusões, aparentemente, ficaram para trás.

"É uma marca bem legal. Ser o capitão do time é uma das maiores honras que já tive como profissional, ainda mais em um clube como o Palmeiras. (...) Esse é um privilégio que muitos jogadores sonham realizar e não é fácil conseguir", destacou o meia-atacante.

Coincidentemente, o Palmeiras não perdeu mais desde que Dudu assumiu a faixa de capitão no Campeonato Brasileiro. São seis vitórias e três empates neste período que serviu para sustentar a equipe na liderança.

"Estamos há nove jogos sem perder e isso é bom, mas o campeonato está muito disputado e precisamos continuar com a mesma concentração. Sábado é um novo desafio e temos que ter muita atenção diante do Coritiba", destacou o camisa 7 palmeirense.

Conversa com Cuca, frieza e perfil 'maduro'

Dudu crê que evoluiu no comportamento dentro de campo. Agora sob a responsabilidade de comandar a equipe em campo, o meia-atacante tem como base os números para garantir o amadurecimento: são apenas três cartões amarelos recebidos na temporada

Um dos grandes exemplos de como Dudu passou a agir racionamente ocorreu no último sábado. Empurrado pelo árbitro Heber Roberto Lopes, o camisa 7 evitou qualquer atitude drástica, apesar da hostilidade demonstrada pelo 'homem do apito.'

"Com o passar dos anos, a gente ganha experiência e tranquilidade. Para ser capitão, você não pode apenas receber a responsabilidade do treinador, também precisa conquistar o respeito de todo o grupo. Estou fazendo de tudo para ser um bom exemplo para os meus companheiros", afirmou.

"Sempre me perguntam como foi a conversa que tive com o Cuca quando ele me deu a braçadeira pela primeira vez, mas teve nada demais. Eu aprendi com os erros do passado e hoje sou um cara muito mais maduro", finalizou.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS x CORITIBA

Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Data: 24 de setembro de 2016 (sábado)
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)
Assistentes: Flavio Gomes Barroca e Vinicius Melo de Lima (ambos do RN)

PALMEIRAS: Jailson; Jean, Yerry Mina, Vitor Hugo e Zé Roberto (Egídio); Thiago Santos (Allione) e Tchê Tchê; Erik, Moisés e Dudu; Gabriel Jesus.
Técnico: Cuca.

CORITIBA: Wilson; Dodô (Walisson Maia), Nery, Juninho (Walisson Maia) e Juan (Juninho); João Paulo, Alan Santos, González (Juan) e Yan; Kazim e Evandro (Iago).
Técnico: Paulo César Carpegiani.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos