E a rivalidade? Rodada pode ter ajuda mútua entre Atlético-MG e Cruzeiro

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Juliana Flister/Light Press/Cruzeiro

    Uma mão lava a outra. Atlético-MG e Cruzeiro vivem dilema de ajudar e ser ajudado

    Uma mão lava a outra. Atlético-MG e Cruzeiro vivem dilema de ajudar e ser ajudado

Certamente um dos prazeres do torcedor de futebol é secar o rival. O que não é diferente entre atleticanos e cruzeirenses. Foguetes, memes e piadas. Em Belo Horizonte se vê de tudo a cada derrota de um dos gigantes do futebol mineiro. Não teve atleticano que não comemorou a derrota do Cruzeiro para o São Paulo, assim como não teve cruzeirense que não ficou feliz com a derrota do Atlético para o Fluminense, as últimas de cada um no Campeonato Brasileiro.

No entanto, neste domingo, secar o grande rival pode não ser um bom negócio. Em lados opostos na tabela de classificação, Atlético e Cruzeiro enfrentam concorrentes do principal rival. O primeiro a entrar em campo é o time celeste, que vista o Flamengo, no Espírito Santo. A equipe carioca está na disputa pelo título, assim como o Atlético.

É o momento de o atleticano torcer pelo Cruzeiro? O goleiro Victor, do Atlético, respondeu.

"A gente tem que focar no nosso objetivo, independentemente de favorecer o Cruzeiro. Uma vitória deles vai nos beneficiar. Se o Flamengo não somar pontos, para nós é interessante. O que não que vou torcer para o nosso rival", disse o camisa 1 alvinegro.

Separados por quatro pontos, o Atlético pode terminar a rodada somente um ponto atrás do Flamengo. Mas desde que conte com a ajuda do rival. Por outro lado, se o Atlético vencer, o Cruzeiro também vai ser beneficiado.

Alguns minutos depois de encerrada a partida no Espírito Santo, vai ser a vez de o Atlético entrar em campo. Jogo contra o Internacional. Com a equipe alvinegra na disputa pelo título brasileiro, o natural seria o cruzeirense torcer contra. Mas como o Internacional luta contra o rebaixamento, assim com o Cruzeiro, será que o torcedor celeste vai mesmo secar o maior rival?

"Eu penso só no Cruzeiro. Não quero saber dos outros 19 clubes. Meu pensamento é tirar o Cruzeiro dessa situação, ganhar sempre, somar três pontos e subir na tabela. Sabemos que estamos numa posição que não queremos e não gostaríamos de estar. Eu acredito que nosso foco total é a nossa posição, o nosso dever, o que temos que fazer e devemos nos concentrar nisso", minimizou Rafael, o goleiro cruzeirense.

A diferença de pontos entre Cruzeiro e Inter é de somente três. Portanto, em caso de derrota para o Flamengo, a equipe celeste pode voltar para a zona do rebaixamento, caso o grande rival seja derrotado pelo Inter.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos