Renato Gaúcho aposenta 'falso nove' e define nova função para Luan

Do UOL, em Porto Alegre

  • LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

    Artilheiro do time nesta temporada, Luan não jogará mais como referência no ataque

    Artilheiro do time nesta temporada, Luan não jogará mais como referência no ataque

Luan vai ter uma função específica no Grêmio, a partir de agora. Principal expoente técnico do time, o camisa 7 não atuará mais perto do gol. Dentro da filosofia de Renato Gaúcho, o time precisa de um atacante que seja referência. E as características desejadas não fecham com aquelas que o campeão olímpico pode dar.

A ideia de Renato explica, por exemplo, a escolha de Henrique Almeida. E a manutenção dele na equipe, mesmo após ato de indisciplina (gesto obsceno para parte da torcida) e aplicação de multa.

"Ele até pode ter rendido mais por dentro, mas um jogador como o Luan tem características de se movimentar, se mexer. Abrir espaço. E por dentro, não tendo característica de jogar de costas, o rendimento não vai ser tão bom. Ele não tem característica para jogar ali", disse o treinador do Grêmio.

Acima do conceito de Renato sobre Luan, está outro ponto. A filosofia de jogo do ídolo e herói em 1983. É ela que fala mais alto e que deve pesar nos próximos jogos.

"Um jogador meu sempre tem que dar trabalho para os zagueiros. E só com gente dos lados, os zagueiros jogam tranquilos. Eu gosto de jogador fixo até para prender os adversários", esclareceu.

Contra a Chapecoense, Luan já vai atuar fora da posição onde vinha jogando sob o comando de Roger Machado. Com o antigo treinador, o camisa 7 só deixava de ser escalado como referência por contingência: Miller Bolaños ou outra necessidade coletiva.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos