Palmeiras cresce no 2º tempo diante do Coritiba e segura a liderança

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo

Os 45 minutos iniciais preocuparam. Os 45 minutos finais empolgaram. Assim, o Palmeiras sustentou por mais uma semana a liderança do Campeonato Brasileiro. Em uma tarde de sábado nublada no Allianz Parque, a equipe comandada pelo técnico Cuca derrotou o Coritiba pelo placar de 2 a 1 e se manterá na ponta ao final da 27ª rodada da competição.

Leandro Pereira e Yerry Mina, com menos de 15 minutos da segunda etapa, asseguraram o décimo jogo consecutivo de invencibilidade do Palmeiras na Série A. A equipe alviverde soma 54 pontos e possui quatro de vantagem em relação ao vice-líder Flamengo, que entra em campo pressionado neste domingo para enfrentar o Cruzeiro, em Cariacica.

Enquanto o alviverde paulista segue tranquilo, o paranaense volta a cair depois de dois jogos. A derrota no Allianz Parque mantém o Coritiba com 33 pontos, na 13ª colocação da tabela.

O Coritiba possui mais de uma semana de descanso até o próximo confronto, marcado para segunda-feira (3), contra o América-MG, no Couto Pereira. O Palmeiras, em contrapartida, volta a campo já na quarta-feira, quando terá pela frente o Grêmio, em Porto Alegre, no primeiro duelo válido pelas quartas de final da Copa do Brasil.

Quem foi bem: Yerry Mina
Mais uma vez, Yerry Mina sobrou no sistema defensivo do Palmeiras. Além de demonstrar segurança e vencer todas as disputas individuais, o colombiano ainda exibiu mais uma vez a veia artilheira. O camisa 26 balançou as redes pelo segundo jogo consecutivo e chegou a quatro no Campeonato Brasileiro.

Quem foi mal: Wilson
O goleiro do Coritiba foi pouco exigido durante a primeira etapa. Quando precisou aparecer com a pressão palmeirense no início do segundo tempo, falhou. Leandro Pereira subiu mais alto e tirou das mãos de Wilson uma bola teoricamente tranquila. O gol do Palmeiras abateu os visitantes, que pouco ameaçaram a meta de Jailson.

De quarta opção para fundamental
Leandro Pereira amargou o banco e aparecia apenas como a quarta opção para modificar o setor ofensivo do Palmeiras. No clássico do último sábado contra o Corinthians foi surpreendentemente escalado, e agora se tornou fundamental para o Palmeiras. A entrada do camisa 30 mudou um jogo truncado para uma exibição segura do líder do campeonato. O gol com pouco tempo em campo serviu para encaminhar mais três pontos.

Cuca ousa, mas trava time sem 'pensador'
O treinador palmeirense ousou na escalação para o confronto deste sábado. Ao invés de simplesmente escalar um volante na vaga do suspenso Gabriel, o técnico levou a campo uma formação com quatro atacantes. No entanto, a presença ofensiva não significou efetividade. Erik, Dudu, Gabriel Jesus e Róger Guedes acabaram neutralizados pela postura defensiva do Coritiba, e o Palmeiras enfrentou dificuldades para 'pensar' o jogo.

Paulo César Carpegiani segura pressão
A postura do Coritiba era evidente desde o apito inicial do árbitro Caio Max Augusto Vieira: defender e contra-atacar. Diante de um Palmeiras extremamente ofensivo – pelo menos no papel -, o clube paranaense se sustentou durante a maior parte do duelo no campo de defesa. Duas linhas de jogadores próximos limitaram o trabalho palmeirense  no setor de criação. Foi assim até o gol de Leandro Banana, que reabriu o confronto.

Cuidados com o gramado
Antes de a partida começar, a organização do Allianz Parque precisou tomar cuidados com o gramado, sem as melhores condições já encontradas na arena palmeirense. A pequena área do gol Norte foi isolada e liberada apenas minutos antes do confronto.

Homem de área muda, e Palmeiras cresce

Rubens Cavallari/Folhapress
Leandro Pereira comemora o primeiro gol do Palmeiras na vitória sobre o Coritiba

O trabalho de Cuca nos vestiários fez a diferença na partida deste sábado. Depois de um primeiro tempo travado, o treinador lançou Leandro Pereira, e a presença de um homem de referência mudou o confronto. O próprio centroavante abriu o placar logo aos 5min e tranquilizou o time, que controlou todo o segundo tempo e encaminhou uma importante vitória para sustentar a liderança.

Cucabol? Sim, Cucabol
O trabalho de Cuca foi fundamental para o Palmeiras vencer o Coritiba nesse final de semana. Além da opção por Leandro Pereira logo no intervalo, uma jogada ensaiada tratou de premiar a atuação alviverde no segundo tempo. Dudu rolou, Egídio tocou para Moisés, que lançou Róger Guedes. O camisa 23 cruzou para a pequena área, e Mina, em meio a quatro palmeirenses, concretizou o lance que definiu o confronto.

Coritiba vê falha de goleiro atrapalhar planejamento
O Coritiba se comportava de forma madura, com a marcação encaixada. No entanto, um lance de infelicidade de Wilson modificou o panorama do duelo no Allianz Parque. O goleiro coxa-branca perdeu no alto para Leandro Pereira na pequena área e viu a bola entrar. Com o placar em desvantagem, os paranaenses avançaram a equipe em campo; consequentemente, o Palmeiras encontrou mais espaços para jogar.

 

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS x CORITIBA

Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Data: 24 de setembro de 2016 (sábado)
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)
Assistentes: Flavio Gomes Barroca e Vinicius Melo de Lima (ambos do RN)
Amarelos:  Moisés, Dudu (Palmeiras), Iago, Edinho (Coritiba)
Gols: Leandro Pereira, 6'/2ºT (1-0), Yerry Mina, 11'/2ºT (2-0), Iago, 26'/2ºT (2-1)

PALMEIRAS: Jailson; Jean, Yerry Mina, Vitor Hugo e Egídio; Tchê Tchê, Moisés e Dudu (Rafael Marques); Erik (Leandro Pereira), Roger Guedes (Thiago Santos) e Gabriel Jesus.
Técnico: Cuca.

CORITIBA: Wilson; Walisson Maia, Nery, Juninho e Juan; João Paulo, Edinho, González (Evandro) e Yan (Felipe Amorim); Kazim e Iago.
Técnico: Paulo César Carpegiani.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos