Além da motivação, o que Renato Gaúcho mudou no Grêmio?

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

    Renato Gaúcho comanda o Grêmio em sua segunda partida, neste domingo

    Renato Gaúcho comanda o Grêmio em sua segunda partida, neste domingo

Não é apenas para motivar o elenco ou trazer de volta o 'espírito do Grêmio', que Renato Gaúcho foi contratado. Segundo o vice de futebol, Adalberto Preis, a chegada do ex-atacante se deu por conta de sua capacidade como treinador. Neste domingo (25) contra a Chapecoense, ele terá sua segunda partida no leme e poderá mostrar o que mudou na equipe além do empenho.

Taticamente, por exemplo, o Grêmio ainda é muito parecido com o time comandado por Roger Machado. A principal alteração neste aspecto foi o posicionamento de Luan. Ele não atuará mais como atacante centralizado, ou 'falso 9'. E sim aberto por um dos flancos. 
 
A formação segue a mesma. Uma linha de quatro jogadores atrás, dois volantes, três meias sendo dois mais agudos e um armador centralizado, e um centroavante. O 4-2-3-1 que já foi implantado nos melhores momentos do Tricolor com Roger. 
 
Contudo, não há mais as linhas adiantadas ou a manutenção excessiva de posse de bola. Renato prefere o recuo sem ela e que seu time tente. A estratégia agora não é mais rondar a área rival esperando o melhor momento. É chutar, sem medo. 
 
"Tem que ter personalidade para jogar. Procurar jogar, não deixar o adversário jogar, procurar jogar no campo do adversário. Estamos colocando um sistema de jogo para o grupo, eles deram resposta no jogo. Eu dei parabéns pelo empenho, dedicação. Tudo que foi treinado o time fez, fez bem. E não tenho porque mudar, nem tenho tempo para grandes mudanças. Para os jogadores assimilarem melhor, vamos jogar com o mesmo esquema do primeiro jogo. Só com peças diferentes pelas suspensões", disse Portaluppi em coletiva.
 
Outra alteração evidente é a figura do centroavante. Mesmo sem opções no elenco, Renato não abre mão de um 'goleador' na equipe. Por isso irá manter Henrique Almeida, mesmo com a polêmica ocorrida no último jogo, quando foi substituído e fez gestos obscenos para a torcida. 
 
"Nós já temos problemas com atacantes. Ele errou, admitiu isso e pediu desculpas. Eu peço ao torcedor que compreenda e apoie. A gente precisa dele. Se eu tivesse mais quatro ou cinco da posição, seria uma coisa. Como não tenho, tenho que dar força ao Henrique. E agora, nada melhor do que ele entrar e fazer o que o torcedor gosta: gol", esclareceu. 
 
Por fim, a postura na bola aérea defensiva também foi alterada. Já no jogo passado, em vez de marcar zona, o sistema adota o 'homem a homem' na hora de impedir o gol rival. 
 
Novas trocas passarão pelo campo da Arena a partir das 16h (horário de Brasília). Na estreia, derrota por 1 a 0 para o Atlético-PR pela Copa do Brasil. Que foi amenizada pela classificação nos pênaltis. 
 
FICHA TÉCNICA
GRÊMIO X CHAPECOENSE
Data e hora: 25/09/2016 (quarta-feira), às 16h (Brasília)
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Transmissão na TV: PPV
Árbitro: Dewson Fernando de Freitas (PA)
Auxiliares: Márcio Gleidson Correia e Helcio Araújo Alves (ambos do PA)
GRÊMIO: Marcelo Grohe; Ramiro, Pedro Geromel, Wallace Reis e Marcelo Oliveira; Walace, Jaílson, Pedro Rocha, Douglas e Luan; Henrique Almeida. 
Técnico: Renato Gaúcho
CHAPECOENSE: Danilo; Gimenez, Thiego, Rafael Lima (Neto) e Dener; Josimar, Matheus Biteco e Cleber Santana; Arthur Maia (Lourency), Tiaguinho e Kempes.
Técnico: Caio Júnior

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos