São Paulo perde para o Vitória e fica a apenas 4 pontos da zona da degola

Do UOL, em São Paulo

O Vitória recebeu o São Paulo no Barradão, neste domingo (25), e fez a alegria da sua torcida: com um golaço de Marinho e um gol contra de Lyanco, assegurou triunfo por 2 a 0, em partida válida pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. 

A equipe paulista, agora com duas derrotas consecutivas, fica estacionada nos 34 pontos, a apenas quatro da zona do rebaixamento. Com o resultado positivo, o segundo em três partidas sob o comando de Argel Fucks, o time baiano afastou susto dado pelo Figueirense pouco mais cedo. O clube catarinense havia vencido o Santa Cruz e jogado momentaneamente o rubro-negro para a degola, mas o Vitória, agora com 32 pontos, chegou a 15ª colocação. 

Na próxima rodada, o São Paulo enfrentará o Flamengo no Morumbi, no sábado (1 de outubro). Na mesma data, o Vitória terá pela frente a Chapecoense, na Arena Condá. 

O melhor: Marinho faz golaço decisivo

Marinho desequilibrou um jogo aberto, com boas chances para as duas partes, aos 6 minutos do segundo tempo. Em falta de longe, daquelas em que é preferível erguer a bola na área, o atacante calibrou a canhota e bateu firme para o gol. O tiro alto e forte, no canto esquerdo da meta, venceu o goleiro Denis, que fazia boa partida. Um golaço.

O pior: Lyanco faz gol contra

 

Surpresa do São Paulo para a partida, Lyanco, que jogou no lugar de Lugano, sacramentou a derrota tricolor com gol conta, aos 26 minutos do segundo tempo. Após cobrança de falta pelo lado direito, o zagueiro subiu bem e, sozinho no lance, cabeceou para trás, sem chance para Denis - melhor do que qualquer atacante do rival poderia fazer. Se desde o 1 a 0 o time paulista pouco criava, com a diferença ampliada ficou ainda mais difícil para buscar um empate. 

Novidades no São Paulo: Carlinhos, Luiz Araújo e Lyanco

Ricardo Gomes mudou três peças no time titular: Lyanco, Carlinhos e Luiz Araújo foram a campo nos lugares de Lugano, Wesley e Kelvin, respectivamente – o último foi desfalque por lesão. A entrada de Carlinhos, aliás, provocou alteração tática: o jogador atuou na linha de meio de campo, pela esquerda, e Cueva, que normalmente faz essa função, foi deslocado para a zona central. Pouco adiantou: a novidade do time mal participou dos lances ofensivos e o peruano foi mais discreto do que o de costume na armação. Luiz Araújo, dono das principais chances do tricolor, por outra, foi bem na partida.

Traves impedem placar com mais gols

 

 

Se o placar, no primeiro tempo, insistiu no 0 a 0, não foi por falta de chances de gol. Vitória e São Paulo carimbaram as traves em três oportunidades. Pelo rubro-negro, Zé Love, uma vez de cabeça e outra em chute bonito de fora de área, protagonizou os lances que quase abriram o placar. Luiz Araújo, também em bomba de longe, acertou o poste defendido por Fernando Miguel, aos 34 minutos. O garoto da base tricolor, ainda na metade inicial, saiu cara a cara com o goleiro rival e tentou dar um toquinho por cima, mas foi bloqueado. A falta de bola na rede não retratou o que foram os primeiros 45 minutos de partida.

Respira, Vitória. Abre o olho, São Paulo

O time baiano, com o resultado, ganha folga - ainda que pequena - na briga contra a degola. Agora com 32 pontos, está fora da zona de rebaixamento, à frente até do Figueirense, na 15ª colocação. O "fantasma da Série B", no entanto, segue assustando. E assusta também o São Paulo, estacionado nos 34 pontos, que volta a estar a apenas quatro pontos do primeiro time a cair para a Segundona, atualmente o Cruzeiro. Na próxima rodada, o time paulista enfrentará o Flamengo no Morumbi, no sábado (1 de outubro). Na mesma data, o Vitória terá pela frente a Chapecoense, em Santa Catarina. 

VITÓRIA 2 X 0 SÃO PAULO

Local: Barradão, em Salvador (BA)
Data: domingo, dia 25 de setembro de 2016
Horário: 16h
Árbitro: Francisco Carlos do Nascimento (AL)
Assistentes: Esdras Mariano de Lima Albuquerque e Pedro Jorge Santos de Araujo(Ambos de Alagoas)

Cartões amarelos: Marcelo, Zé Love e Diego Renan (Vitória); Buffarini, Lyanco e Hudson (São Paulo)
Cartão vermelho: Não houve

Gols: Marinho, aos 7 minutos e Lyanco (contra) aos 26 minutos do segundo tempo

Vitória: Fernando Miguel; Diogo Mateus, Ramon Menezes, Kanu e Diego Renan (Euller);  William Farias, Marcelo e Cárdenas (Thiago Real); Marinho, Kieza e Zé Love
Técnico: Argel Fucks

São Paulo: Denis; Buffarini, Lyanco, Rodrigo Caio e Mena (Robson); Hudson, Thiago Mendes, Luiz Araújo (Daniel) e Carlinhos; Cueva e Chávez
Técnico: Ricardo Gomes

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos