Zé Ricardo reitera vontade e superação do time, mas admite "pingo de sorte"

Do UOL, em São Paulo

Um dos jargões do futebol fala em "sorte de campeão". Esse ainda não é o caso do Flamengo, que disputa o título da Série A do Campeonato ponto a ponto com o líder Palmeiras, mas a virada por 2 a 1 sobre o Cruzeiro teve sinais de sorte. É o que admite o técnico Zé Ricardo.

"Eu credito a virada à superação e força de vontade deles, e um pingo de sorte pra gente conseguir esse resultado. O jogo ficou muito perigoso pra gente da maneira que se desenhou, o Cruzeiro poderia ter matado a partida. Te confesso que até o empate já servia na situação aos 40 do segundo tempo, mas vale pela força de vontade e superação. Tenho que valorizar muito esses atletas. Uma equipe que quer ser campeã precisa ter sorte. Hoje a gente agregou um pingo de sorte à nossa capacidade e performance", declarou o treinador em entrevista coletiva.

Enquanto a Raposa abriu o placar com Rafinha aos 29 do segundo tempo, Guerrero e Mancuello selaram a virada rubro-negra aos 38 e aos 42. Questionado sobre a reação tardia do Flamengo, Zé Ricardo não deixou de elogiar o time.

"Não diria que demorou pra gente acordar. A gente começou bem a partida, tinha o controle. Depois a equipe do Cruzeiro equilibrou e teve até mais oportunidade que a gente. Com o cansaço de alguns atletas, que ficou evidente, o Cruzeiro teve os contra ataques à sua mercê. Valeu a força de vontade e um pouco de sorte, se não me engano a bola do Guerrero desviou no jogador do Cruzeiro. A equipe que quer chegar precisa de um pouquinho de sorte, e a gente contou com ela hoje", repetiu.

Um único ponto separa Palmeiras e Flamengo na ponta de cima do Campeonato Brasileiro, mas o técnico ainda não descarta a participação de outras equipes na briga pelo título nacional. Mesmo o Santos, derrotado pelo Sport neste sábado.

"Não descartaria em nenhum momento a equipe do Santos, que é fortíssima também. A gente tem que trabalhar jogo a jogo e continuar com a colaboração deles todos. O que vai decidir é a equipe que tiver mais equilíbrio nos momentos mais agudos dos jogos", avaliou Zé Ricardo, que se exaltou na comemoração do gol de Mancuello. "Virei um torcedor ali naquela fração de segundo. Energia muito boa que o grupo tem, é um grupo que vem trabalhando bastante e tem zero de problema. Dá gosto de ir ao CT trabalhar. Isso fez eu me exceder um pouquinho e comemorar como se fosse jogador", divertiu-se o treinador.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos